, ,

Como é calculado o IPVA do meu carro

Saiba quais são os detalhes desse imposto

No Brasil, os proprietários de veículos, seja novos ou usados, devem pagar anualmente o IPVA. O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores é recolhido pelo Estado conforme determina o artigo 155 da Constituição Federal. Portanto, se você tem um automóvel deve se preparar para quitar o seu imposto no começo de cada ano. Mas você sabe como é calculado o IPVA?

O cálculo do IPVA é feito com base nos preços de cada carro no mercado multiplicado pela alíquota, que varia de estado para estado.

Alíquota é um percentual ou valor fixo que é aplicado para o cálculo de um tributo de qualquer espécie. Mas quem determina o valor dos carros? E qual é a alíquota do seu estado? Descubra agora.

Como fazer o cálculo do IPVA?

É simples: confira qual é o valor do seu carro na tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), levando em consideração o modelo e o ano. Em seguida, confira qual é a alíquota do seu estado para o seu tipo de veículo e multiplique.

Por exemplo, um carro que custa 32 mil pela tabela Fipe e seu estado cobra 3%. É só multiplicar: 32 mil vezes 3% e você pagará R$ 960 de IPVA.

Grande parte dos donos de carros desconhece como é o cálculo do IPVA

Cálculo do IPVA é simples e prático de entender (Foto: Reprodução | Site Icetran)

Quem fixa o valor do meu carro?

Os estados utilizam a tabela da Fipe para determinar o valor que cada carro tem no mercado. De acordo com o seu site oficial, “ela é uma organização de direito privado, sem fins lucrativos, criada em 1973. Entre seus objetivos está o apoio ao Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo”.

Em relação à pesquisa de preços realizada e publicada pela Fipe, ela é feita para servir de instrumento teórico e metodológico para analisar fenômenos econômicos e sociais. Por isso, é utilizada pelos governos estaduais para servir de base para o cálculo do IPVA.

Veja tambémSaiba como pagar o IPVA atrasado

Qual é a alíquota do meu estado?

Depois de saber quanto vale o seu carro no mercado a partir da tabela da Fipe, é hora de descobrir qual é a alíquota que o seu estado fixou. Ela pode variar de ano para ano, mas em geral não há grandes mudanças.

Vale lembrar que as tarifas são diferentes para cada tipo de veículo, desde o carro de passeio, caminhonetes, vans, motos, ônibus até caminhões. Na tabela abaixo, os valores são para carros de passeio. Veja:

Acre: 2%
Alagoas: 2,5%
Amapá: 3%
Amazonas: 3%
Bahia: 2,5% e 3,5%
Ceará: 2,5%
Distrito Federal: 3%
Espírito Santo: 2%
Goiás: 2,5 e 3,75%
Maranhão: 2,5%
Mato Grosso do Sul: 2,5%
Mato Grosso: 3%
Minas Gerais: 4%
Pará: 2,5%
Paraíba: 2%
Paraná: 3,5%
Pernambuco: 2,5%
Piauí: 2,5%
Região Centro-Oeste
Região Nordeste
Região Norte
Região Sudeste
Rio de Janeiro: 4%
Rio Grande do Norte: 2,5%
Rio Grande do Sul: 3%
Rondônia: 3%
Roraima: 3%
Santa Catarina: 2%
São Paulo: 3% e 4%
Sergipe: 2%
Tocantins: 2%

 

Para onda vai o dinheiro do IPVA

O dinheiro do IPVA arrecadado por cada estado segue o seguinte caminho: 40% fica para o governo estadual, outros 40% é repassado para o município no qual é carro está registrado e os restante final (20%) é destinado ao Fundeb, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.