Varizes nas pernas – causas, prevenção e tratamento


Varizes

As varizes são veias dilatadas, que com o passar do tempo tornam-se alongadas e tortuosas. Esse problema atinge mais as mulheres, causando desconforto, dor, inchaço e constrangimento, por conta da aparência, que geralmente possui uma cor que varia entre o púrpuro e o azul.

Como surgem?

Após irrigar os membros inferiores, as veias das pernas têm de levar o sangue de volta ao coração. Para isso, elas possuem uma espécie de válvula, que impede que o sangue retorne aos pés, por conta da gravidade. Algumas vezes essas válvulas não conseguem exercer sua função normalmente, fazendo com que o sangue fique estacionado nas veias das pernas, causando as varizes.

Quando a mulher está grávida ou até mesmo durante o período de menstruação, o problema tende a se agravar, podendo causar uma série de problemas, tais como:

  • Edema nos pés (que surge de forma persistente);
  • Insuficiência venosa;
  • Alterações na pigmentação da pele;
  • Ulcerações nas pernas.

Tratamento

Tratamento de Varizes

Existem vários tratamentos para varizes atualmente, sendo o método cirúrgico o mais eficaz de todos. Aparelhos e cremes prometem fazer esse problema desaparecer completamente, entretanto, na maioria das vezes é só propaganda enganosa.

O tratamento mais comum é aquele em que se removem as veias que estão comprometidas. Nesse procedimento, o médico faz algumas incisões, por onde são retiradas as veias e posteriormente coloca bandagens para proteger o local. Esse processo é bastante rápido, sem a necessidade de internação hospitalar e com uma recuperação caseira que dura menos de um mês.

Quando as varizes são bem superficiais (aquelas em que é possível ver claramente a olho nu), existe também a possibilidade de injetar algumas substâncias que necrosam a veia, impedindo que o sangue circule. Normalmente, esse método torna-se eficaz depois da segunda ou terceira aplicação, e deve ser feito apenas quando o problema é superficial.

Como prevenir?

As varizes podem ser evitadas de diversas formas, veja abaixo algumas dicas que devem ser tomadas:

  • Andar a pé é um exercício muito importante, pois ajuda o sangue a circular;
  • Evite ao máximo, ficar parada em pé por muito tempo. Caso seja necessário ficar nessa posição (como por exemplo, no trabalho), procure movimentar um pouco as pernas, para estimular a circulação;
  • Sempre que possível e nas horas vagas, procure elevar as pernas acima do nível do coração. Fazendo isso, você ajuda o sangue a voltar mais rápido dos membros inferiores, evitando a dilatação das veias;
  • Meias elásticas também ajudam na prevenção. Procure usá-las sempre que possível, até mesmo antes de se levantar da cama de manhã.