Tela LCD de notebook quebrada. O que fazer?

Tela de Notebook

A tecnologia das telas e monitores dos produtos eletrônicos foi evoluindo com o tempo, antes não tínhamos cores, hoje temos tecnologia avançada em economia de energia e praticidade móvel. Com o aprimoramento dos dispositivos de LCD, temos tudo isso e ainda um pouco de requinte.

A descoberta do cristal líquido, principal componentes da tecnologia LCD, deu-se em meados de 1888, onde dos vegetais já eram extraídos par obtenção de um líquido cristalino. Experimentos levaram a comprovar a reação do líquido em correntes elétricas, comportando-se de uma forma peculiar se comparada a indução de eletricidade natural da água. Há registros de experimentos do líquido cristalino já em placas finas paralelas, o que indiciava o que hoje temos em nosso dia-dia, tendo como primeiros inventos vídeo games de bolso, relógios, calculadores, aparelhos reprodutores de música em formado MP, DVD’s, câmeras digitais e telefones celulares. Com o tempo, a tecnologia foi sendo desenvolvida para televisores e computadores, o que gerou uma febre nas vendas, pois o uso de LCD implica em ter um produto mais leve, sofisticado, portátil e sutil.

Características

O LCD (liquid crystal display) é composto pelo líquido polarizador da luz, que funciona sendo controlado por impulsos eletrônicos, o líquido está comprimido entre duas lâminas transparentes e perpendiculares. O termo líquido é apenas termologia, pois o material que se encontra dentro das telas e monitores está entre o estado sólido e líquido, por isso algumas telas reagem de forma inesperada em climas muito quentes ou frios, pois assim como a natureza, a temperatura influi no estado físico da substância.

Imagine um cubo de gelo que ainda não congelou totalmente, e se encontra sólido por fora, mas um pouco líquido por dentro e você terá uma base de como essa substância é.
O líquido é o componente principal para o funcionamento do televisor, mas ele ainda é composto de outras camadas como filme polarizador vertical e horizontal, substrato de vidro eletrodo ITO (óxido da lata do índio) e outra idêntica com traços horizontais e um espelho de painel. As cores que compõem os pixels são obtidas através da adição de cores em modo RGB (vermelho, verde e azul), escala de cores comum em mídias digitais.
A tecnologia de LCD veio substituindo os antigos tubos catódicos, tem duas faces da moeda, onde:

1. Vantagens

  • Telas planas, sem curvas que distorcem a imagem;
  • Benefícios à visão;
  • Economia de energia;
  • Baixa radiação emitida;
  • Harmonia das imagens.

2. Desvantagens

  • Pode sofrer com problemas de luz branca e luz negra, devido ao seu ângulo de 90º;
  • Não possui boa definição se somada a tecnologia digital.

Tela quebrada, o que fazer?

As telas podem apresentar complicações mediantes a pancadas ou problemas com a temperatura ambiente, apresentando manchas negras com contornos coloridos. A melhor forma de resolver o problema é entrar em contato com a assistência técnica referente à marca da sua tela de LCD, ou o aparelho que você tem que possui essa tecnologia. Se o produto estiver na garantia, bom, caso não, o produto será avaliado e uma espécie de inquérito será feito para analisar a causa do dano. Como a tecnologia LCD é bastante delicada, não é indicado o conserto dos aparelhos em casa, vista que assim pode-se piorar o quadro.

Aconselha-se tomar cuidado com as telas, evitando pressões e quedas que podem quebrar ou causar uma espécie de coagulação do líquido funcional.

Recomendar:

Comentários

Sobre o autor

João Silva

SiteTwitterFacebook