Significados das tatuagens egípcias

Quem gosta de tatuagens e arte no corpo, costuma gostar muito dos símbolos e desenhos egípcios, cercados de história e simbologia! Esses desenhos tem significados bastante interessantes que vem do Egito antigo, época dos faraós, da famosa e impetuosa Rainha Cleópatra e de tantas lendas impressionantes sobre aquela civilização antiga e marcante!

Como os egípcios eram um povo cheio de misticismo, com centenas de divindades adoradas, também costumavam adotar diversos amuletos que carregavam consigo (até mesmo depois da morte, já que eram embalsamados com seus pertences e objetos!) e alguns deles se eternizaram através da história, passando  a fazer parte da cultura ocidental, por parte das pessoas que respeitam e acreditam no poder desses talismãs.

Assim, muitos objetos e até animais, como os gatos, tornaram-se símbolos de boa sorte ou proteção e passaram a ser tatuados para garantir que sua energia benéfica permaneceria com a pessoa sempre!

Atualmente, existem alguns desenhos que são mais populares e procurados para serem tatuados, confira uma lista com seus significados;

Tatuagens com desenhos egípcios mais populares e seus significados

CRUZ ANSADA OU ANKH

Costuma aparecer em desenhos onde faraós ou deuses a seguram, é comumente encontrada em túmulos do Egito e é o nome do símbolo egípcio para “vida”, além de fazer parte dos hieróglifos para “saúde” e “felicidade”.

É símbolo de fertilidade e, atualmente costuma ser usado para representar a eternidade da alma. Este símbolo é muito antigo e pode ser a origem de todas as cruzes, é formado por duas forças: o masculino, representado pela cruz e o feminino, pelo elemento oval. No antigo Egito, estes dois elementos representavam os dois princípios geradores do céu e da terra e também a divindades, Ísis e Osíris.

OLHO DE HÓRUS

Também conhecido como “Olho de Rá”, é um símbolo de adoração que tinha, para os egípcios, o mesmo valor da cruz para os cristãos. É comumente encontrado em túmulos, em papiros, em amuletos que acompanham múmias e sarcófagos.

Na verdade, o Olho de Hórus não é um só, mas cada um dos olhos, tanto o esquerdo quanto o direito, tem seus significados:

– OLHO ESQUERDO OU WEDJAT: representa a lua e o feminino, a magia e a intuição;

– OLHO DIREITO OU UDJAT: representa a energia do sol, o masculino e o deus Rá, a razão e a matemática.

Juntos, representam o yin e o yang, como na cultura oriental, o poder do universo.

O Olho de Hórus é dividido em quatro partes:

  • A parte da sobrancelha, pálpebra e da íris, representam o olho humano;
  • O traço que parece uma lágrima, representa o olho de uma gazela, que tem o mesmo traço abaixo do olho;
  • O risco que se curva para trás: o olho do falcão possui esse mesmo traço em suas penas;
  • O risco horizontal, puxando para trás, representa o olho do gato, que também tem esse traço.

ESCARAVELHO

Esse inseto, sagrado para os egípcios, remete a essa imagem cíclica de imortalidade.

Associado ao verbo kheter, que significa”vir à existência”, é ligado à imagem do sol que renasce de si mesmo.

O escaravelho passa o dia inteiro empurrando entre as patas uma bolinha feita de suas fezes, enquanto o sol está cruzando os céus em direção ao ocaso.

Chegando a noite ele a enterra para a fêmea colocar aí os seus ovos.

Quando amanhece, um novo escaravelho nasce das fezes, para de novo acompanhar o astro rei em seu caminho.

Assim, como o sol que ressurge das sombras da noite, o escaravelho renasce de sua própria decomposição.

O velho escaravelho morre e, do ovo que fecundou, sai outro escaravelho, do mesmo modo como a alma se escapa da múmia e sobe para o céu.

Por isso, o escaravelho era, para os egípcios, o símbolo da vida que se renova eternamente a partir de si mesma.

Esse inseto representa a renovação das energias, protege contra todos os males e proporciona vida longa e feliz a quem o usa.

AMANHECER

Representa o ponto onde o Sol nasce no horizonte e simboliza o princípio da criação, é consagrado ao deus Rá e indicado para auxiliar em momentos de crise, aqueles que envolvem profundas mudanças na vida, especialmente aquelas que envolvem reavaliação do passado.

SERPENTE

A serpente é a manifestação da energia criadora e a ligação entre o mundo das trevas e o céu. Está presente em diversas culturas e traz sabedoria, desenvolve a intuição e beneficia a saúde.

No Egito, elas simbolizavam proteção às divindades e eram veneradas, encarregadas de proteger as moradias e outros locais.

A rainha Cleópatra era uma das adoradoras das serpentes, tendo seus adornos e pertences no formato das cobras, inclusive usando o veneno de uma para cometer o suicídio. 

CORAÇÃO

Por acreditarem que o coração era a morada da alma, os egípcios colocavam sobre o peito um objeto com esse formato, para evitar que ela escapasse ou fosse maltratada. O coração continua sendo símbolo relacionado à vida afetiva, no Egito era um talismã de proteção desses assuntos.

ALMA, KA

Ka era como os egípcios chamavam o principio da vida e da energia, e o representavam com um par de braços sem cabeça.

Mesmo estranha, essa imagem traz muita força e vitalidade, e favorece bastante o relacionamento afetivo.

CABEÇA DE COBRA

Um símbolo poderoso, que simboliza a salvação e a proteção, é inspirado em Ísis, deusa relacionada com ritos em homenagem à Lua e às vezes representada como uma serpente.

Seu uso contínuo serve para evitar desgraças e proteger contra qualquer tipo de ataques e agressões.

Veja agora, algumas dessas imagens, representadas em tatuagens

Ankh

Cruz Ansada ou ANKH

 

Tattoo do Olho de Hórus

Olho de Hórus

 

Escaravelho tatuado nas costas

Escaravelho

 

Tattoo de serpente

Serpente

 

Tatuagem de gatos

Gatos eram sagrados no antigo Egito.

Recomendar:

Comentários

Sobre o autor

Redação

SiteTwitterFacebook