História do uísque (“whisky” ou “whiskey”)


uísque

Uísque (na língua inglesa “whisky” ou “whiskey”) é uma bebida alcoólica muito apreciada por todo o mundo, principalmente na Escócia (Lá bebe-se uísque em casamentos, nascimentos, nas chegadas e idas a parentes, em viagens longas, entre outras ocasiões que embora nos pareçam normais, viraram motivo para beber um gole da bebida), o berço desta cultura.

A origem do uísque se dá quando São Patrício da Irlanda, no século IV, introduz alguns conhecimentos de destilação de bebidas na cultura escocesa.

Isto caiu como uma “luva” para este país, pois ele possuía uma configuração perfeita para a criação de bebidas: águas puras, muita cevada, clima frio, turfa e urze a vontade.

Já que a economia deste país sempre foi agrícola, a produção do uísque tornou-se muito importante, pois a cevada servia tanto para sua fabricação, quanto para a alimentação dos animais.

Seu valor era tão estimado que até como moeda de troca esta bebida foi usada.

Até o final do século XVIII não havia destilarias profissionais de whisky na Escócia, somente destilarias caseiras em propriedades rurais.

A popularização do uísque se deu com a ajuda da família Walker.

Alexander Walker, neto de John Walker, um importante destilador de uísques, herdou os conhecimentos de seu avô e em pouco tempo esta bebida ganhou fama internacional.

A Inglaterra, um dos principais mercados consumidores da bebida, fora da Escócia, ajudou na industrialização da produção de whiskey, isto com intuito de baratear e melhorar o acesso das classes mais baixas a bebida.

Hoje beber uisque é mais que um hábito, para muitos faz parte de um estilo de vida.

Há aqueles que bebem uísque puro (o famoso cowboy), com gelo ou misturado com água de coco, bebidas energéticas ou refrigerantes (Os reais apreciadores afirmam que misturar algo num bom uísque é um crime).