Frases de Gabriel o Pensador


Frases de Gabriel o Pensador

Foto: Reprodução

Frases e trechos de músicas

Fizemos uma seleção com frases deste rapper, confira:

  1. “Na mudança do presente, agente molda o futuro.”
  2. “Liberdade de expressão aqui? Há, não existe. Eu fiz “Hoje eu tô feliz” e fiquei triste.”
  3. “Confie em mim que no fim dá tudo certo. Se ainda não deu certo é porque ainda não chegou ao fim.”
  4. “Nada do que conheço paga o preço de viver sem liberdade.”
  5. “Pensa! O pensamento tem poder. Mas não adianta só pensar. Você também tem que dizer! Diz! Porque as palavras têm poder. Mas não adianta só dizer. Você também tem que fazer! Faz! Porque você só vai saber se o final vai ser feliz depois que tudo acontecer.”
  6. “Somos escravos da nossa própria falta de atitude.”
  7. “A gente pensa que é livre pra falar tudo que pensa, mas a gente sempre pensa um pouco antes de falar.”
  8. “As canções que falam de política e corrupção mantêm-se sempre atuais.”
  9. “Não adianta olhar pro céu com muita fé e pouca luta.”
  10. “Aquilo que o mundo pede não é aquilo que o mundo me dá.”
  11. “Muitos pais acham que basta pagar uma boa escola para garantir a formação de um bom caráter. E acabam criando crianças ricas abandonadas.”
  12. “A população lincha o rato de praia, mas perdoa o corrupto com a desculpa: ‘ele rouba, mas faz’.”
  13. “Até quando você vai levando porrada, até quando vai ficar sem fazer nada, até quando vai ser saco de pancada?”
  14. “Nem todos que sonharam conseguiram, mas pra conseguir é preciso sonhar.”
  15. “Nem sempre a fraqueza que se sente quer dizer que a gente não é forte.”

Biografia de Gabriel o Pensador

Conhecido como Gabriel o Pensador, Gabriel Contino faz grande sucesso com o seu trabalho musical e literário no Brasil. Nascido no bairro Vila Isabel, na zona Norte do Rio de Janeiro, no dia 4 de março de 1974, o cantor, compositor, rapper, escritor e empresário ganhou interesse pela música ainda pequeno, ao entrar para a banda do colégio Senador Correia. Quando se mudou para a zona Sul do Rio, conheceu os moradores da favela da Rocinha e lá descobriu o hip-hop, que veio a influenciar diretamente a sua carreira musical. Ao lançar uma fita demo com a canção “Tô Feliz (Matei o Presidente)” o sucesso de Gabriel logo começou, apesar de ter sido censurada com cinco dias após o seu lançamento, pois o Ministério da Justiça declarou que a letra era ofensiva ao Presidente brasileiro da época, que era Fernando Collor. Contudo a música chegou ao topo nas paradas das rádios antes mesmo de ser censurada e foi então que a Sony Music contratou o novo rapper.

Carreira

O primeiro disco de Gabriel chegou a vender 350 mil cópias, o fazendo ganhar o 7º Prêmio da Música Brasileira como revelação masculina no ano com a categoria “pop rock”. Além de trabalhar como cantor e compositor, Gabriel é escritor e lançou alguns livros desde 2001, chegando até mesmo a ganhar o Prêmio Jabuti de melhor livro infantil para sua obra “Um Garoto Chamado Rorbeto” em 2005. Ele ainda tem trabalhos paralelos como um ativista social, investindo em jovens jogadores de futebol com o projeto chamado “Dream Football”. Outro projeto social é o “Pensando Junto”, que cuida das crianças carentes da favela da Rocinha, no Rio de Janeiro.

Discografia

  • Gabriel o Pensador (1993)
  • Ainda É só o Começo (1995)
  • Quebra-Cabeça (1997)
  • Nádegas a Declarar (1999)
  • Seja Você Mesmo (mas não Seja sempre o Mesmo) (2001)
  • Cavaleiro Andante (2005)
  • Sem Crise (2012)