Fisiculturismo – regras básicas e história deste esporte


fisiculturismo

Informações básicas sobre este esporte:

Fisiculturismo ou culturismo é um esporte cujo objetivo é buscar, através da musculação, a melhor formação muscular. Sua disputa ocorre em apresentações coletivas ou individuais, de comparação. Os requisitos são: volume, simetria, proporção e definição muscular.

Entre os principais culturistas estão Arnold Schwarzenegger, Mike Mentzer, Lou Ferrigno , Lee Haney,Lee Priest, Adan Taylor, Dorian Yates e Ronnie Coleman. A principal federação internacional de culturismo é a International Federation of Bodybuilding (IFBB), a qual pertence o principal campeonato de culturismo mundial, o Mr. Olympia. Os grandes vencedores desse campeonato foram Lee Haney (oito vezes), Arnold Schwarzenegger (sete vezes), Dorian Yates (seis vezes) e Ronnie Coleman (oito vezes). Até hoje apenas um brasileiro, Luís Freitas, competiu no Mr. Olympia (1988 – 19º lugar), em face do alto nível de qualidade muscular inerente a esses atletas. Em 2007, Stephano D´agnello representou o Brasil no Oriente Médio, ocupando o 4° lugar no torneio IFPA Tehran Cup Pro Bodybuilding & Figure Contest Gallery (Irã). No entanto, indiscultivelmente, o maior fisiculturista da história é Arnold Schwarzenegger, pela sua extrema inventividade e habilidade no campo do fisiculturismo e da musculação.

Regras básicas e fundamentos do fisiculturismo:

Cada campeonato possui regras próprias. Confira a seguir as regras do Body Fitness 2005:

Artigo 1 – Introdução

1.1 Geral:

As regras da IFBB para o Body Fitness consistem de regulamentações, políticas, diretivos e decisões que pretendem guiar a IFBB e seus Membros na administração do esporte de Body Fitness.

1.2 Regras:

Certas regras administrativas e técnicas que aparecem na seção do Fisiculturismo são as mesmas para o Body Fitness e, portanto, não serão repetidas nesta seção.

Artigo 2 – Responsabilidades dos Organizadores com Atletas e Delegados

2.1 Responsabilidades:

O Organizador dos Campeonatos Mundiais irá empreender os custos de acomodações de dupla ocupação, e refeições (café da manha, almoço, jantar) para competidoras e delegados como segue:

1. Campeonatos Mundiais de Fisiculturismo, Fitness e Body Fitness:

A. três ou mais competidoras, dois delegados.

B. um, dois, ou três competidoras, um delegado.

Nota 1: Um máximo de oito competidoras (três fisiculturistas feminino, duas Fitness feminino, e três Body Fitness feminino) serão aceitos por Federação Nacional, sendo que no máximo dois competidoras tem permissão para competir em qualquer categoria.

Nota 2: os delegados sem atletas serão responsáveis pelo custo total de sua participação no evento.

Nota 3: em concordância entre a IFBB e o Organizador, categorias adicionais podem ser abertas na competição.

2. Campeonatos Mundiais Júnior e Máster de Fisiculturismo, Fitness e Body Fitness:

Para quatro dias (três noites) de acordo com a escala que segue:

a. Três ou mais competidoras, dois delegados.

b. Um, dois, ou três competidoras, um delegado.

Nota 1: um Máximo de quatorze competidoras (três fisiculturistas Júnior masculino, duas fisiculturistas Júnior feminino, três fisiculturistas máster masculino, uma fisiculturista máster feminino, duas atletas Fitness Júnior, duas atletas Body Fitness Júnior, uma atleta Body Fitness Master) serão aceitos por Federação Nacional, sendo que no Máximo dois competidoras terão permissão para competir em qualquer categoria.

Nota 2: os delegados sem atletas serão responsáveis pelo custo total de sua participação no evento.

Nota 3: em concordância entre a IFBB e o Organizador, categorias adicionais podem ser abertas na competição.

3. no Body Fitness Sênior, cada Federação Nacional pode inscrever até um máximo de três competidoras, sendo que no máximo dois competidoras terão permissão para competir em qualquer categoria.

4. no Body Fitness Júnior, cada Federação Nacional pode inscrever no máximo dois competidoras, sendo que no máximo dois terão permissão para competir em qualquer categoria.

5. no Body Fitness máster, cada Federação Nacional pode inscrever no máximo um competidor.

Artigo 3 – Categorias

3.1 Categorias:

A competição Body Fitness para os Campeonatos Mundiais é aberta para as seguintes categorias:

1. Há três categorias na competição de Body Fitness a nível mundial, atualmente como segue:

a. Até 158,0 cm, inclusive.

b. Até 164,0 cm, inclusive.

c. Acima de 164,0 cm

2. Há duas categorias nas competições Body Fitness Júnior a nível mundial, atualmente como segue:

a. Até 160,0 cm, inclusive.

b. Acima de 160,0, inclusive

3. Há uma categoria aberta nas competições de Body Fitness máster a nível mundial.

Artigo 4 – Rodadas

4.1 Rodadas

O Body Fitness ira consistir das três rodadas seguintes:

1. Prévia – rodada 1 (Biquíni de duas peças)

2. Prévia – rodada 2 (Biquíni de uma peça); e

3. Finais – rodada 3 (Biquíni de duas peças)

Artigo 5 – Prévia: Avaliação Preliminar:

Uma avaliação preliminar será feita quando houver mais de 15 competidoras em uma categoria.

Esta avaliação transcorrera como segue:

1. A vestimenta para a rodada da avaliação preliminar será a mesma que na rodada 1 (Biquíni de duas peças)

2. A categoria toda será levada ao palco, em ordem numérica e em fila única.

3. A LINEUP será dividida em dois grupos de tamanhos iguais e será posicionada no palco de modo que um grupo fique a esquerda do palco, e o outro grupo a direita. O centro do palco ficara liberado para uso de comparações.

4. Em ordem numérica e em grupos de não mais do que cinco competidoras ao mesmo tempo, cada grupo será direcionada a área central do palco para realizar os quatro quartos de volta (estes quartos de voltas são os mesmos realizados no Fitness).

5. Ao final dos quartos de volta, toda a categoria será retomada a uma fila única, em ordem numérica, antes da saída de palco.

Artigo 6 – Previa: Pontuação da Avaliação Preliminar

6.1 Pontuação da Avaliação Preliminar

A pontuação da Avaliação Preliminar procedera como segue:

1. Se houver mais de 21 competidoras, os árbitros irão selecionar 15 atletas colocando um “X” ao lado de seus números, utilizando o formulário de numero 1, intitulado “folha de eliminação dos árbitros”. Se houver entre 16 e 21 competidoras, os árbitros irão eliminar de 1 a 6 competidoras colocando um “X” ao lado de seus números.

2. Utilizando o formulário de numero 2, intitulado “folha de eliminação dos estatísticos”, os estatísticos irão transcrever as seleções dos árbitros para esta folha e então irão somar os pontos dos árbitros. Dependendo do procedimento utilizado no artigo 6.1.1 acima, ou os 15 competidoras serão selecionados, ou de 1 a 6 serão eliminados. No final da rodada de eliminação, impedentente de qual procedimento é utilizado, o resultado final permitira que apenas 15 competidoras sigam para a Prévia.

3. Se houver um empate entre dois ou mais atletas para o 15 Lugar, os atletas empatados serão levados de volta ao palco, e os árbitros realizarão uma reavaliação dos quatro quartos de voltas.

4. Apenas 15 competidoras avançarão para a rodada 1 (Biquíni de duas peças)

Artigo 7 – Previa: Vestimenta para a Rodada 1 (Biquíni de duas peças)

7.1 Vestimenta para a rodada 1 (Biquíni de duas peças)

A vestimenta para a rodada 1 (Biquíni de duas peças) será conforme os seguintes critérios:

1. O biquíni será de duas partes opacas lisa em estilo

2. O biquíni será de cor preta sólida

3. A estrutura do biquini sera de tecido (sem plástico, borracha ou material similar)

4. O biquíni devera ter MATT na textura

5. O biquíni não poderá conter ornamentos, pregas, fios de laços trabalhados, ou dobras.

6. O biquíni deve cobrir no mínimo metade do glúteo máximo e toda a área frontal

7. os saltos altos serão vestidos durante esta rodada. Uma espessura única não poderá ser maior do que 6.35 milímetros, e a altura do salto não será maior do que 127 milímetros. Salto-alto de plataformas estão estritamente proibidos.

8. O cabelo pode ser estilizado

9. exceto para a aliança de casamento e/ou brincos pequenos tipo tachinha, jóias não poderá ser usadas.

10. O oficial chefe, ou um delegado representante, terá o direito de determinar se a vestimenta de uma competidora encontra-se no padrão aceitável de bom gosto e decência.

Artigo 8 – Previa: Apresentação da rodada 1 (Biquíni de duas peças):

8.1 Apresentação da rodada 1 (Biquíni de duas peças):

1. Toda a categoria será chamada ao palco, em fila única e em ordem numérica.

2. A fila será dividida e grupos de tamanhos iguais e será posicionada no palco de maneira que um grupo fique a esquerda do palco, e o outro grupo fique a direita. A parte central ficara liberada para uso de comparações.

3. Em ordem numérica, e em grupos de não mais do que cinco competidoras ao mesmo tempo, cada grupo será direcionado à área central do palco para realizar os quatro quartos de volta seguintes:

a. Quarto de volta para a direita

b. Quarto de volta para trás

c. Quarto de volta para a direita

d. Quarto de volta para frente

4. Este agrupamento inicial de competidoras, e desempenho de quartos de volta, é pretendido em ajudar os árbitros em determinar quais competidoras participarão das comparações que seguem.

5. Os árbitros podem agora submeter pedido individual para comparações no ONSATGE EXPEDITER. Não menos que três e nem mais do que cinco competidoras serão comparados ao mesmo tempo. O chefe de arbitragem ou ONSTAGE EXPEDITER terá a discrição para descartar ou emendar um pedido individual do arbitro para comparações se autorizado.

6. Todas as comparações individuais serão realizadas ao centro do palco e em ordem, da esquerda para a direita, como requisitado pelo arbitro.

7. Todos os árbitros darão oportunidade para submeter pelo menos um pedido para comparações. Qualquer pedido adicional ira para a discrição do Arbitro Chefe ou ONSTAGE EXPEDITER..

8. Todas as competidoras passarão por uma comparação

9. No final da ultima comparação, todos os competidoras retornarão a fila única, em ordem numérica, antes de saírem do palco.

Artigo 9 – Prévia: Pontuação da Rodada 1 (Biquíni de duas peças)

9.1 Pontuação da Rodada 1 (Biquíni de duas peças)

A pontuação da rodada 1 (Biquíni de duas peças) procedera como segue:

1. utilizando um formulário de numero 3ª, intitulado “Folha de Pontuação dos Árbitros (prévia)”, cada arbitro premiara cada competidor em uma colocação individual de 1º a 15º, assegurando que não haverá dois ou mais competidoras recebendo a mesma colocação. Os árbitros podem utilizar o formulário numero 4, intitulado “Folha de Notas Pessoais dos Árbitros” para registrar sua avaliação sobre cada competidor.

2. utilizando o formulário de numero 5, “Folha de Pontuação dos Estatísticos”, com nove árbitros, as duas pontuações mais altas e as duas mais baixas serão descartadas. As notas restantes serão somadas para gerar um “subtotal” e a “classificação da rodada 1.

4. Empates no “subtotal” da rodada 1 serão desfeitos utilizando o método de colocação relativa.

Artigo 10 – Prévia: Avaliação da rodada 1 (Biquíni de duas peças)

10.1 Avaliação da rodada 1 (Biquíni de duas peças)

A rodada 1 será avaliada utilizando-se os seguintes critérios:

1. o arbitro deve primeiro avaliar a aparência atlética do físico como um todo. Esta avaliação deve começar da cabeça e estender-se para o resto do corpo, examinando todo o físico. A avaliação, que começa com uma impressão geral do físico, deve levar em consideração o cabelo e a beleza facial; o desenvolvimento atlético da musculatura como um todo; a apresentação de um físico equilibrado e desenvolvido simetricamente; a condição e o tom da pele; e a capacidade do atleta em apresentar-se confiança, pose e graça.

2. o físico deve ser avaliado com em relação ao seu nível de tonicidade muscular, obtida através de esforços atléticos. Os grupos musculares devem apresentar-se redondos e com aparência firme, com pequena quantidade de gordura corporal. O físico não deve ser excessivamente musculoso e nem magro, e livre de separação e estriação muscular profunda. Os físicos considerados musculosos ou magros demais devem perder pontos.

3. a avaliação deve levar em consideração a tensão e o tom da pele. O tom da pele deve ser liso e de aparência saudável, sem celulites. O rosto, o cabelo e a maquiagem devem completar o “Desempenho Total” apresentado pelo atleta.

4. a avaliação do arbitro em relação ao físico do atleta deve incluir toda a apresentação do atleta, desde o momento em que entra no palco até o momento de saída do mesmo.

Artigo 11 – Prévia: Vestimenta para a rodada 2 (SWINSUIT de uma parte)

11.1 Vestimenta para a rodada 2 (Biquíni de uma parte)

A vestimenta para a rodada 2 (Biquíni de uma parte) será conforme os seguintes critérios:

1. Biquíni de uma peça

2. cor, material e textura a discrição do competidor.

3. O biquíni deve cobrir no mínimo metade do glúteo máximo e toda a área frontal.

4. o salto alto será usado nesta rodada. O estilo do sapato deve ser salto clássico com os dedos e o calcanhar fechados, a cor fica a critério da competidora. Uma espessura única não poderá ser maior do que 6.35 milímetros, salto altura não será maior do que 127 milímetros. Saltos altos de plataformas estão estritamente proibidos.

5. O cabelo pode ser estilizado

6. jóias podem ser usadas, dentro dos limites.

7. o oficial chefe, ou um delegado representante, tem o direito de determinar se a vestimenta de uma competidora se encontra dentro dos padrões aceitáveis de bom gosto e decência.

Artigo 12 – Prévia: Apresentação da rodada 2 (BIQUÍNI DE UMA PEÇA)

12.1 Apresentação da rodada 2 (Biquíni de uma peça)

Os procedimentos da rodada 2 devem ser os seguintes:

1. Toda a categoria será chamada ao palco, em fila única e em ordem numérica.

2. A fila será dividida em grupos de mesmo tamanho e será posicionado no palco de modo que um grupo esteja à direita, e o outro grupo a esquerda do palco.

3. Em ordem numérica, e em grupos de no máximo 5 atletas ao mesmo tempo, cada grupo será direcionado a área central do palco para realizar os seguintes quatro quartos de voltas:

a. Quarto de volta à direita

b. Quarto de volta para trás

c. Quarto de volta à direita

d. Quarto de volta a frente

4. Este agrupamento inicial de competidoras, e a realização dos quartos de volta, pretende-se ajudar os árbitros a determinar quais competidoras fará parte das comparações seguintes.

5. Os árbitros agora podem submeter pedido individuais para comparações no EXPEDITER ONSTAGE. Não menos que 3 e não mais que 5 competidoras serão comparados ao mesmo tempo. O arbitro chefe e o EXPEDITER ONSTAGE tem o critério de descartar ou emendar um REQUEST individual do arbitro para comparações se autorizado.

6. Todas as comparações individuais serão realizadas no centro do palco, e em ordem, da esquerda para a direita, como requisitado pelo arbitro.

7. Todos os árbitros terão a oportunidade de submeter pelo menos uma exigência para comparações. Qualquer requisição adicional estará sobre a discrição do arbitro chefe ou EXPEDITER ONSTAGE.

8. Todas competidoras passaram por pelo menos uma comparação

9. Após o termino da ultima comparação, todos os competidoras retornarão a fila única, em ordem numérica antes de deixar o palco.

Artigo 13 – Prévia: Pontuação da rodada 2 (BIQUÍNI DE UMA PEÇA)

13.1 Pontuação da rodada 2 (Biquíni de uma peça)

A pontuação da rodada 2 procedera como segue:

1. utilizando um formulário de numero 3 B, intitulado “Folha de Pontuação dos Árbitros (prévia)”, cada arbitro premiara cada competidor em uma colocação individual, assegurando que não haverá dois ou mais competidoras recebendo a mesma colocação.

2. utilizando o formulário de numero 5, “Folha de Pontuação dos Estatísticos”, com nove árbitros, as duas pontuações mais altas e as duas mais baixas serão descartadas. As notas restantes serão somadas para gerar um “subtotal” e a “classificação” da rodada 2. Este “subtotal” será então somado ao subtotal da rodada 1 para gerar um “placar” e uma “classificação” da prévia. Empates no subtotal da rodada 2 não necessitam ser desfeitos. Os empates na “pontuação” da prévia serão desfeitos utilizando o método de colocação relativa e os pontos das competidoras n rodada 1.

3. empates no “subtotal” da rodada 1 serão desfeitos utilizando o método de colocação relativa.

Artigo 14 – Prévia: Avaliação da rodada 2 (Biquíni de uma peça)

14.1 Avaliação da rodada 2 (Biquíni de uma peça)

1. o arbitro deve primeiro avaliar a aparência atlética do físico por completo. Esta avaliação deve começar da cabeça e estender-se pelo restante do corpo, levando-se em conta todo o físico. A avaliação, começa com uma impressão geral do físico, deve-se levar em consideração o cabelo e a beleza facial; o desenvolvimento atlético de toda a musculatura, a apresentação de um físico equilibrado e desenvolvido simetricamente; a condição e o tom da pele; e a capacidade do atleta em se apresentar com confiança, pose, e graça.

2. o físico deve ser avaliado com em relação ao seu nível de tonicidade muscular, obtida através de esforços atléticos. Os grupos musculares devem apresentar-se redondos e com aparência firme, com pequena quantidade de gordura corporal. O físico não deve ser excessivamente musculoso e nem magro, e livre de separação e estriação muscular profunda. Os físicos considerados musculosos ou magros demais devem perder pontos.

3. a avaliação deve levar em consideração a tensão e o tom da pele. O tom da pele deve ser liso e de aparência saudável, sem celulites. O rosto, o cabelo e a maquiagem devem completar o “Desempenho Total” apresentado pelo atleta.

4. a avaliação do arbitro em relação ao físico do atleta deve incluir toda a apresentação do atleta, desde o momento em que entra no palco até o momento de saída do mesmo. Em todos os momentos, a competidora Fitness deve ser vista com a ênfase em um físico “condicionado, atlético e saudável”, apresentado atrativamente em um “total package”.

5. os árbitros devem estar atentos ao fato de que um competidor pode apresentar um “total package” diferente quando comparado às vestimentas de swinsuit e salto alto, e biquíni e salto alto. Portanto, os árbitros devem assegurar que esta rodada é julgada de uma perspectiva “fresh”, assegurando-se que todas as competidoras recebam uma avaliação “justa” baseada na vestimenta da rodada.

Artigo 15 – Finais: Vestimenta para a rodada 3 (Biquíni de duas peças)

15.1 Vestimenta para a rodada 3 (Biquíni de duas peças)

A vestimenta para a rodada 3 (Biquíni de duas peças) será conforme os critérios seguintes:

1. Biquíni de duas peças

2. Cor, material, textura a discrição da competidora.

3. O biquíni deve cobrir no mínimo metade do glúteo máximo e toda a área frontal

4. O salto alto será utilizado nesta rodada. O estilo e a cor do sapato ficam a critério da competidora. Uma espessura única não poderá ser maior do que 6.35 milímetros, salto altura não será maior do que 127 milímetros. Saltos altos de plataformas estão estritamente proibidos.

5. O cabelo pode ser estilizado

6. Jóias podem ser usadas, dentro do limite.

7. O Oficial Chefe, ou o delegado representante, terá o direito de determinar se a vestimenta de uma competidora encontra-se nos padrões aceitáveis de bom gosto e decência.

Artigo 16 – Finais: Apresentação da rodada 3 (Biquíni de duas peças):

16.1 Apresentação da rodada 3 (Biquíni de duas peças):

Os procedimentos para a rodada 3 (Biquíni de duas peças) será como segue:

1. As 5 finalistas serão chamadas ao palco, em fila única e em ordem numérica.

2. Em ordem numérica, cada competidora será chamada pelo nome, número e pais.

3. Toda a fila será direcionada para desempenhar os quatro quartos de voltas, nas áreas central, esquerda e direita do palco.

4. Toda a fila será solicitados para deixar o palco

Artigo 17 – Finais: Pontuação da rodada 3 (Biquíni de duas peças)

17.1 Pontuação da rodada 3 (Biquíni de duas peças)

1. Utilizando o formulário de numero 6, intitulado “Folha de Pontuação dos Árbitros (finais)”, cada arbitro ira premiar 6 finalistas com colocações individuais, assegurando-se que dois ou mais atletas não recebam a mesma colocação.

2. Utilizando o formulário de numero 5, intitulado de “Folha de Pontuação dos Estatísticos”, com os nove árbitros, as duas maiores e as duas menores pontuações serão descartadas. As pontuações restantes serão somadas para gerar um “subtotal” da rodada 3. Este subtotal será então somado ao “subtotal” da prévia para gerar uma “pontuação final” e uma “classificação final”. Empates no “subtotal” da rodada 3 não necessitam ser desfeitos. Os empates na “pontuação final” serão desfeitos utilizando-se o método de Colocação Relativa e os do competidor na rodada 3.

Artigo 18 – Finais: Avaliação da rodada 3 (Biquíni de duas peças)

18.1 Avaliação da Rodada 3 (Biquíni de duas peças)

O mesmo critério utilizado no julgamento da rodada 1 será utilizado nesta rodada. No entanto, os árbitros devem estar atentos no fato de que uma competidora poderá apresentar um “total package” diferente com a vestimenta do Biquíni de duas peças escolhido por ela mesma. No entanto, os árbitros devem assegurar que esta rodada é julgada de uma perspectiva “fresh”, assegurando que todas as competidoras recebam uma avaliação justa baseada na vestimenta da rodada.

Artigo 19 – Finais: A Cerimônia de Premiação

19.1 A Cerimônia de Premiação

Os procedimentos para a Cerimônia de Premiação serão a seguinte:

1. A vestimenta para a Cerimônia de Premiação será a mesma utilizada durante a rodada 3 (Biquíni de duas peças)

2. As 5 finalistas serão chamadas ao palco, em fila única e ordem numérica.

3. O Mestre de Cerimônias, utilizando o formulário de numero 7, intitulado “folha dos resultados finais da categoria”, anunciara a 5ª colocada. Após receber sua premiação, a atleta permanecera ao lado esquerdo da fila.

4. O Mestre de Cerimônias então anunciara a 4ª colocada. Após receber sua premiação, a atleta

permanecera ao lado direito da fila.

5. O Mestre de cerimônias continuara anunciando a 3ª, 2ª, e 1ª colocada. A vencedora devera permanecer no centro da fila

6. O Organizador fornecera troféus para as 5 finalistas.

7. O Organizador fornecera as medalhas oficiais da IFBB de Ouro, Prata, e Bronze para as 3 finalistas.

8. O Organizador fornecera também Certificados de Excelência para serem entregue para as 5 finalistas.

Artigo 20 – Premiação para “Campeã Overall”

20.1 Premiação para “Campeã Overall”

Para os Campeonatos Mundiais Feminino, a seleção das atletas que participarão da Campeã Overall procedera como segue:

1. As vencedoras das três categorias serão levadas ao palco em ordem numérica e em fila única, vestindo o Biquíni de duas peças e salto-alto.

2. O Arbitro Chefe da IFBB direcionara as competidoras através dos quartos de volta

3. Os árbitros utilizarão o formulário de numero 6, intitulado “Folha de Pontuação dos Árbitros”, para classificar cada atleta em 1º, 2º, ou 3º lugar.

4. Os estatísticos, utilizando o formulário de numero 5, intitulado “Folha de Pontuação dos Estatísticos”, devem somar os pontos e determinar quem é a Campeão Overall.

5. O premio para a “Campeã Overall” será fornecido pelo Organizador

6. A Campeão Overall não terá o direito de competir em qualquer evento do Olympia.

Fotos de competições de fisiculturismo: