Dicas de como acabar com a flacidez no corpo

Flacidez é um problema que pode ser causado pela idade, já que com o passar do tempo a quantidade de colágeno – sustância responsável por dar consistência a nossa pele – de nosso corpo diminui; ou também após grande perda de peso.

Flacidez

Muitas mulheres (e homens) ficam na dúvida quanto aos métodos que devem ser utilizados para recuperar a beleza de sua pele e eliminar a flacidez.

São tantos os tratamentos que realmente é muito difícil saber qual é o melhor caminho.

Mas não se preocupe, vamos lhe dar algumas dicas dos melhores métodos contra flacidez.

Dos tratamentos estéticos, pode-se destacar os que usam infravermelho e radiofrequência, como Accent e Velashape. Dermatologistas afirmam que após 5  (de 5 a 10) sessões de uma destas técnicas já percebe-se grandes evoluções na aparência da pele.

Accent e Velashape servem para resolver problemas de flacidez no corpo. Para quem quer melhorar o aspecto da pele do rosto, livrando-se das marcas de expressão, indica-se a aplicação do botox ou o preenchimento com ácido hialurônico.

Na academia, a prática de musculação ajuda a enrijecer a pele. Exercícios aeróbicos, como corrida e pedalada combate o excesso de gordura corporal, o que também auxilia na luta contra a flacidez.

Mudança de hábitos alimentares é outro meio de acabar com a flacidez.

Evitar consumir muito açúcar é uma destas mudanças, pois ele é responsável pela quebra das moléculas de colágeno.

Também deve-se maneirar no consumo de comidas gordurosas, já que as mesmas dificultam a oxigenação das células, o que deixa a pele ressecada.

Outras dicas sobre alimentação contra flacidez:

  • Coma frutas e legumes vermelhos, pois são ricos em vitamina A.
  • Coma frutas cítricas por causa de vitamina C.
  • Coma abacate, amêndoas, azeites e sementes, pois são ricos em vitamina E.
  • Para repor o colágeno é interessante comer sempre gelatinas ou então cápsulas de colágeno.

Vale também:

  • Parar de fumar.
  • Parar de beber bebidas alcoólicas.
  • Diminuir a ingestão de sal.

Recomendar:

Comentários

Sobre o autor

Redação

SiteTwitterFacebook