Câncer de Pâncreas – sintomas e tratamentos


cancer de pancreas

O que é câncer?

É a multiplicação desordenada de células em certos órgãos. Isto leva a formação de uma massa, chamada de tumor, que acaba por substituir as celular normais e acaba por gerar uma disfunção do órgão em questão ou de estruturas vizinhas a ele.

Pela sobreposição de alguns aspetos clínicos, os tumores malignos (câncer) do pâncreas e das vias biliares (vesícula e canais que conduzem a bile) são considerados conjuntamente.

Como se desenvolve o câncer de pâncreas?

Um dos maiores causadores do câncer de pâncreas é o uso do cigarro.

Outros fatores como Pancreatite Crônica, o Diabete Melito de longa duração e a Obesidade também ajudam a pessoa a desenvolver a doença.

Quais os sintomas do câncer de pâncreas?

  • Dores abdominais;
  • Perda de peso;
  • Icteria (coloração amarelada da mucosa e da pele);
  • Diarréia;
  • Tromboflebites migratórias;
  • Diabete.

Como é o tratamento do câncer de pâncreas?

O tratamento desta doença se dá através de cirurgia, onde se busca retirar o tumor do orgão afetado.

Nas vezes em que não é possível retirar o tumor, geralmente por invasão de outros orgãos ou pela presença de metástases, a cirurgia é feita para tratar ou evitar a obstrução da passagem bile e dos alimentos.

Outra forma de desobstrução da via biliar, quando uma cirurgia é muito arriscada ou não trará benefícios ao paciente, é a colocação de um pequeno tubo na via biliar, permitindo assim o livre fluxo da bile para o duodeno (parte inicial do intestino).

Novos esquemas de quimioterapia, associados ou não a radioterapia, têm-se mostrado úteis na tentativa de aumentar o tempo de vida dos pacientes.

Até o momento, esses métodos não foram capazes de curar a doença, sendo alternativas para casos onde a cirurgia com intenção de cura não é mais possível.

ATENÇÃO:

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas através do site Blogodorium.net, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação acerca de temas médicos. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico.