Biografia de Amador Aguiar, fundador do Bradesco


amador aguiar

Amador Aguiar nasceu em Ribeirão Preto no dia 11 de fevereiro de 1904.

Ele teve uma infância muito pobre. Amador trabalhava como lavrador no cultivo de café. Aos 16 anos ele resolveu dar uma guinada em sua vida e mudou para Bebedouros, onde começou a trabalhar numa tipografia.

Em 1926, agora com 22 anos, consegue um emprego de office boy no Banco Noroeste, agência de Birigui. Com muito esforço e determinação, ele foi subindo de cargo no banco e até chegou a ser gerente.

Depois foi trabalhar na Casa Bancária Almeida Irmão. Instituição financeira criado pelo Coronel Galdino de Almeida.

Sob o comando de Dr. José da Cunha Jr. o banco mudou seu nome para Banco Brasileiro de Descontos. Em 1946 sua sede foi levada para a rua Álvares Penteado e sete anos depois foi transferida para Cidade de Deus, Vila Yara, em Osasco. Neste momento o banco já contava com agências nas principais cidades de São Paulo e em quase todos os estados.

Aguiar, aliando-se a outros acionistas do banco e aguerridamente lançando novos lotes de ações aos quais subscrevia instantaneamente, montou maioria de ações, tomando o controle da instituição. Em 1969, de superintendente, passou à presidência do Banco, por ocasião da aposentadoria do Dr. José da Cunha Jr., genro do coronel Galdino, que exerceu o cargo até sua morte.

A partir desse momento e sob sua gestão, o banco Bradesco ganhou enorme desenvolvimento, enveredando por outras áreas afins e sempre crescendo, transformou-se na maior instituição financeira privada do Brasil. Ajudaram-no nessa empreitada, na fase de maior desenvolvimento do Banco, seu irmão Mário Coelho Aguiar, Laudo Natel, Rui Mendes De Rosis , Manuel Cabete, Leonardo Gracia, Ageu Silva, Décio Tenerello e Lázaro de Melo Brandão que viria a sucede-lo na presidência do Grupo.