Afasia: o que é? Tipos, causas e tratamentos


Perda de capacidade para utilização da linguagem devido à lesões sofridas na área do cérebro que controlas essa função.

Cérebro humanoPor causa de tumores, traumatismos cranianos, infecções ou outros danos à região do lobo temporal esquerdo ou região adjacente do lobo frontal do cérebro, a pessoa tem interferências diversas na função da linguagem, ficando parcial ou totalmente incapacitadas para compreender ou exprimir palavras.

A função da linguagem é complexa e complexos podem ser os efeitos sofridos quando há uma lesão, por exemplo, a pessoa pode perder apenas a capacidade de compreender palavras escritas (ALEXIA); pode não reconhecer objetos, não saber nomeá-los (ANOMIA), neste caso, a pessoa pode não lembrar de maneira nenhuma do nome correto do objeto ou simplesmente sabê-lo e não conseguir exprimi-lo. Há também a DISARTRIA, que causa problemas na articulação da linguagem, embora não seja um problema de linguagem, e sim uma consequência de lesão na parte do cérebro responsável pelos músculos que são utilizados para emitir a fala, ou os sons e coordena o aparelho vocal.

Exemplos de afasia e suas características

  • AFASIA DE BROCA (Afasia de expressão)

Este tipo de afasia pode ser decorrente de um AVC, por exemplo, no lado direito do cérebro.

A pessoa que sofre deste tipo de afasia, entende o que lhe é dito, sabe o que deve responder, mas tem dificuldade em expressar-se. Suas palavras são ditas de modo lento, com dificuldade e frequentemente, a frase é entremeada por palavras sem sentido. Esta mesma dificuldade se apresenta na escrita. Na verdade, todas as formas de linguagem podem estar perturbadas em algum grau, mas a alteração na palavra articulada, escrita ou lida é predominante.

  • AFASIA DE WERNICKE

Há a alteração na compreensão das palavras, que pode ser grave ou moderada. Este tipo é resultado de uma lesão na região do córtex temporal (Mal de Alzheimer também pode causar lesões corticais bilaterais e provocar estes sintomas).

A pessoa fala com normalidade, com fluidez e articula bem cada palavra, mas suas frases são formadas por palavras sem nenhum sentido, confusas e desconexas (chamadas também de “sopa de letras”). Geralmente o paciente tem consciência de seus erros.

  • AFASIA DE CONDUÇÃO

A expressão espontânea, oral ou escrita. Acontece de forma fluida, mas com muitas parafasias e dificuldade de construção das frases. A compreensão da linguagem oral ou escrita se mantem.

  • AFASIA MOTORA (anartria, afasia verbal ou síndrome de desintegração fonética). Geralmente ocasionada por AVC (Acidente Vascular Cerebral).

A compreensão é preservada, mas há a impossibilidade em pronunciar qualquer palavra. A leitura e a escrita também são preservadas.

  • AFASIA SENSORIAL

Pode ocorrer em pacientes com Alzheimer ou demências vasculares.

A compreensão das palavras faladas é afetada, como se houvesse uma surdez verbal.

AfasiaOutros tipos

Uma lesão que afete ao mesmo tempo o lobo temporal esquerdo e o lobo frontal, pode inicialmente ocasionar o emudecimento total em muitos casos, esta se chama Afasia global. A pessoa tem dificuldades para falar (disfasia), para escrever (disgrafia ou agrafia) e para compreensão das palavras.

O tratamento é feito com acompanhamento de terapeutas, tendo bom resultado. O tratamento fonoaudiológico deve ser iniciado preferencialmente logo após a lesão cerebral sofrida.

Fontes de informações:

http://www.manualmerck.net

http://www.brasilfonoaudiologia.com.br