, ,

Como conseguir visto para o Canadá

Você já se perguntou como solicitar o visto para o Canadá? Pois fique atento que neste artigo do Blogodorium você vai descobrir como viajar ou se mudar de maneira tranquila para um dos destinos preferidos dos brasileiros no exterior.

Vale destacar que se preparar com todos os documentos necessários é importante para garantir uma viagem tranquila e sem problemas inesperados. Seja para quem deseja se mudar e garantir uma oportunidade de emprego, de estudo ou apenas conhecer as belezas que o Canadá tem a oferecer aos turistas.

Sendo assim, continue lendo para descobrir quais os diferentes tipos de visto, valores, como dar entrada em cada um deles e ainda quais os requisitos que os brasileiros que querem ir viver no país precisam preencher.

Brasileiros precisam de visto para entrar no Canadá?

Sim, todos os brasileiros que desejam visitar ou se mudar para o Canadá precisam dar entrada no visto. Dessa maneira, é possível permanecer no país de maneira legal e evitar problemas sérios com a polícia de imigração.

Atualmente existem dois tipos de visto que os brasileiros que desejam conhecer o país da América do Norte podem solicitar. O primeiro é chamado de Electronic Travel Authorization ou Autorização Eletrônica de Viagem (eTA).

Aprovação visto canadense

Existem dois tipos de visto para entrar no Canadá: o eTA e o tradicional (Foto: depositphotos)

Não é todo mundo, no entanto, que pode ter acesso a esse tipo de visto.Apenas brasileiros que já tiraram o visto canadense nos últimos dez anos ou que têm um visto válido para os Estados Unidos podem pedir esse formato de autorização.

Essa autorização é válida para viagens de turismo, negócios ou de intercâmbio que durem no máximo seis meses. Além disso, esse tipo de visto é solicitado de maneira online e é mais barato que o convencional.

O segundo, e mais comum, é o visto tradicional. Ele é válido para quem vai viajar para o país pela primeira vez ou pretende estudar ou trabalhar em terras canadenses por mais de seis meses. A boa notícia é que o governo do país disponibiliza todo o processo online.

Quais os diferentes tipos de visto?

Como em qualquer país do mundo, quem deseja entrar no Canadá de maneira legal precisa escolher qual o tipo de visto irá solicitar. Esse processo é extremamente importante, pois evita problemas desnecessários e deve ser feito antes mesmo de realizar a compra das passagens.

Com os vários tipos de visto existentes é normal que você acabe ficando confuso sobre qual solicitar. Pensando nisso, o Blogodorium preparou uma explicação bem simples sobre cada um dos principais tipos de visto canadenses. Para assim você não ter mais nenhuma dúvida no momento da solicitação.

Veja também: Perdi meu passaporte, e agora? Saiba o que fazer

Turista

O visto para turismo é dedicado a quem deseja visitar o Canadá, e é chamado também de visto de residência temporária. Ele é adequado a quem deseja viajar para o país a turismo ou à negócios. Desde que permaneça por no máximo seis meses no território.

Contudo, mesmo que o visto para turismo tenha uma validade máxima de seis meses, o profissional de imigração poderá diminuir esse tempo ainda no aeroporto. Sendo que o critério usado é o plano de viagem ou roteiro que você deverá mostrar na chegada ao país.

Estudante

Quem deseja estudar em uma instituição de ensino do Canadá por até seis meses não precisa de visto. Isso porque a viagem é tratada como um intercâmbio.

No entanto, caso o curso escolhido seja superior a esse período o estudante deverá dar entrada em um visto de residência, que também dá direito à exercer um trabalho de meio período no campus da universidade escolhida.

Trabalhador

O outro tipo de visto mais solicitado pelos brasileiros é o de trabalho. A procura por esse modelo aumentou nos últimos anos por causa da crise financeira brasileira.

Dentro desse tipo de autorização para manter residência no Canadá estão inseridos os vistos para quem foi contratado por alguma empresa local, para quem deseja trabalhar por conta própria e também para quem quer investir no país. Esse último é dedicado a empreendedores e é chamado popularmente de Start-Up Visa.

Documentos necessários para dar entrada no visto

Cada tipo de visto para o Canadá requer documentos e permissões específicos. No entanto, existem alguns que são comuns e estão presentes em qualquer tipo de solicitação. Desde as de residência até mesmo as temporárias.

Antes de mais nada é preciso acessar o site oficial do Governo do Canadá e realizar o cadastro. Logo depois é necessário escolher o tipo de visto para as suas necessidades e fazer o download de todos os formulários disponíveis na página.

Os formulários básicos é em primeiro lugar o Applications for Temporary Resident Visa, que é o mais importante e deve ser impresso e assinado logo após ter sido preenchido. Sendo válido apenas para quem deseja pedir o visto de residência temporária, que é o adequado para turistas.

Outros formulários são o Family Information, que deve conter todas as informações familiares do requerente e o Statutory Declaration of Common-law Union, que é válido apenas para os viajantes que são casados ou vivem em uma união estável. Sendo assim, quando for solicitar o visto tenha em mãos:

  • Todos os formulários adequados preenchidos. Atenção que alguns deles devem ser preenchidos à mão, enquanto outros podem ser feitos através do próprio site
  • Cópia do passaporte, que deve estar com um prazo de validade superior ao tempo da viagem
  • Duas fotos 3X4
  • Documentos que comprovem que você poderá se manter financeiramente no Canadá. Esses documentos podem ser holorites, recibo do imposto de renda ou um extrato bancário recente
  • Pessoas casadas também devem anexar uma cópia da certidão de casamento ou registro de união estável
  • Recibo de pagamento das taxas equivalentes para cada tipo de visto.

Como solicitar o visto para o Canadá?

Você já viu que é necessário realizar um cadastro no site do Governo do Canadá para realizar a solicitação do visto. A boa notícia é que todo o processo pode ser feito online, poupando assim um longo tempo se dirigindo até o consulado do país no Brasil.

Contudo, o site está disponível apenas em dois idiomas: o inglês e o francês, que são as línguas faladas oficialmente em terras canadenses. Por isso, caso não tenha fluência em nenhum deles é importante estar acompanhado de alguém que saiba falar no momento do cadastro.

Dito isso, confira a seguir os detalhes necessários para solicitar cada tipo de visto e visitar ou se mudar para o Canadá com tranquilidade.

Visto de turismo

Caso o visto que se enquadre nas suas necessidades seja o de residência temporária, que é válido para viagens de turismo ou de negócios, além dos documentos já citados no tópico anterior você deverá anexar outros o momento da solicitação do visto.

O principal é uma carta, escrita em inglês ou francês, explicando quais são os motivos da viagem. Além disso, é preciso informar na carta quais cidades serão visitadas e o roteiro de viagem que será seguido.

Em alguns casos pode ser solicitado uma comprovação de ganhos financeiros no Brasil. Ou seja, a comprovação de que está empregado ou é empresário no país de origem.

Por fim, nos casos em que o turista irá se hospedar na casa de amigos que possuam residência fixa ou cidadania canadense é necessário anexar uma carta deles que comprove a hospedagem por um tempo determinado.

Veja também: Significado de imigrante

Visto para estudantes

Os estudantes que desejam permanecer menos de seis meses no Canadá não precisam de visto. Desde que apresente na imigração algum documento ou declaração que comprove a matrícula em alguma instituição de ensino.

Já para os que irão fazer cursos mais longos será necessário dar entrada no visto de estudo. Sendo que esse tipo de visto é válido para todo o período do curso ou pode ser estendido diretamente do Canadá, caso ele expire antes.

Nestes casos, além dos documentos básicos que já foram citados, deve-se ter em mãos uma carta aceitação da instituição de ensino escolhida. Além disso o estudante deverá anexar comprovantes de que poderá se manter no país.

Esses documentos podem ser extratos bancários ou uma carta de que ficará responsável por arcar com as despesas. O valor costuma ser de no mínimo 917 dólares canadenses para Quebec e de cerca de 830 para as demais províncias do país.

Além desses documentos o estudante deve comprovar que irá arcar com as mensalidades, que irá voltar ao Brasil ao término do curso e apresentar uma certidão de antecedentes criminais e de boa saúde. Sendo este último assinado por um médico.

Esse tipo de visto garante ainda que o estudante possa trabalhar meio período. Desde que seja no campus da instituição de ensino escolhida.

Visto para trabalhadores

O Canadá também se tornou um destino bastante procurado por brasileiros que desejam procurar oportunidades fora do país. Quem deseja buscar uma oportunidade no país deve apresentar todos os documentos que já foram citados neste artigo e alguns outros.

O principal deles é uma cópia do Labour Market Impact Assessment (LMI). Esse é um programa que serve para que empresas canadenses contratem mão de obra estrangeira e mais uma carta de oferta ou o contrato de trabalho.

É preciso atenção porque neste último devem constar o salários mais a dedução fiscal, qual a função na empresa e o horário de trabalho. Fora isso, o brasileiro que deseja migrar deve anexar junto aos outros documentos o diploma ou currículo. Sendo que estes servem para comprovar a qualificação para o serviço escolhido.

Por fim, basta preencher os formulários específicos para visto de trabalho e realizar o pagamento da taxa de solicitação.

Quem é autônomo e deseja tentar trabalhar por conta própria no país deve ainda comprovar a experiência na área que deseja exercer. O governo, no entanto, só autoriza pessoas que trabalhem com atividades culturais e esportivas ou em administração de área agrícola.

No Canadá o candidato ainda deverá fazer uma avaliação sobre a experiência, educação e proficiência na língua escolhida. Sendo que pode ser inglês ou francês e deverá marcar no mínimo 35 pontos de uma escala de 100.

Start-Up Visa

Por fim, outro tipo comum de visto e que dá direito à residência permanente no Canadá é o chamado Start-Up Visa, conhecido como visto para empregador. Para solicitar esse visto é necessário ter em mãos os documentos que já foram citados e um documento que comprove a existência de um anjo investidor.

Isso é uma empresa ou empresário canadense que irá investir financeiramente no novo negócio. O próprio governo canadense disponibiliza no site uma lista com possível contatos.

Fora isso o empreendedor brasileiro deverá comprovar que se comunica bem em inglês ou francês. Também deve comprovar que possui dinheiro suficiente para se manter antes de ter lucros com o negócio e que cursou pelo menos um ano em alguma universidade.

Passaporte canadense

Existem, pelo menos, três tipos de visto: para estudantes, turistas e trabalhadores (Foto: depositphotos)

Quanto custa?

Os valores para os vistos variam entre os diversos tipos. O de residência temporária, válido para turistas, requer uma taxa de 200 dólares canadenses que deve ser pago antes de completar a solicitação. Em real isso é o equivalente a pouco mais de R$560 e muda de acordo com a cotação.

Já para os estudantes, a permissão de estudos com validade acima de seis meses custa cerca de 150 dólares canadenses. Em real o valor é uma média de R$420.

Esse valor é bem próximo do que os profissionais brasileiros que forem contratados por uma empresa canadense deverão desembolsar no momento da solicitação do visto. A permissão para trabalho custa 155 dólares canadenses.

O visto para empreendedor, por sua vez, custa atualmente 1.540 dólares canadenses. Quando convertido na moeda brasileira isso é o equivalente a cerca de R$4.300.

A boa notícia é que os brasileiros que possuem um visto válido para os Estados Unidos ou retiraram a menos de dez anos um visto para visitar o Canadá pagam apenas sete dólares canadenses. Sendo esse o valor da eTA ou Solicitação de Viagem Eletrônica, em português.

Quanto tempo demora para ser entregue?

O tempo médio de entrega para o visto canadense, a partir do momento de envio de todos os documentos, é de cerca de 15 dias. No entanto, esse prazo pode ser maior ou menor de acordo com a demanda de solicitação.

Após retirados, os vistos podem ter prazos que variam entre seis meses e dez anos. Tudo variando de acordo com a necessidade de cada um.

Veja também: Como tirar visto americano

Brasileiros precisam retirar o visto de trânsito?

Um visto de trânsito é uma documentação para circular por um determinado país durante uma escala ou conexão. Já que algumas empresas aéreas disponibilizam esse tipo de serviço em viagens longas e atrasos de voos.

Nos casos em que a espera entre conexões for menor do que 48 horas, não será necessário solicitar visto. No entanto, se o prazo for maior o viajante pode solicitar o transit visa, no site do governo de maneira gratuita.

Sobre o autor

Jornalista com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio (Mtb-PE: 6770). Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.