Suicídio: Confira quais músicos famosos que tiraram a própria vida

O ato de tirar a própria vida tem ganhado destaque graças a uma recente série abordando o tema e também ao histórico de suicídio de alguns famosos

O suicídio é o ato intencional de um individuo em tirar a sua própria vida, uma decisão que pode ser motivada por uma série de fatores, sendo os principais deles transtornos psicológicos como a depressão, transtorno bipolar, e até mesmo uso excessivo de álcool, além de drogas ilícitas ou medicamentos.

Ela é considerada a décima maior causa de mortes do ano, já que mais de um milhão de pessoas comete suicídio todos os anos e há estimativas de que há cerca de 20 milhões de tentativas de suicídio não fatais anualmente.

Apesar de configurar ainda um tabu, o tema vem ganhando muita discussão, principalmente na internet, após a Netflix lançar a série 13 Reasons Why (Os Treze Porquês, em tradução livre), uma adaptação de livro de mesmo nome.

Outro motivo pelo qual o suicídio vem sendo cada vez mais discutido, deve-se ao crescente número de casos que atinge até mesmo grandes celebridades que “tinham o mundo aos seus pés” e mesmo assim decidiram encerrar suas vidas. Confira a seguir alguns músicos famosos que cometeram suicídio:

Chester Bennington

Conhecido por seu trabalho como vocalista da banda Linkin Park, Chester Charles Bennington foi encontrado encontrado morto em sua casa na cidade de Palos Verdes Estates, que fica no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Com poucos detalhes sobre o ocorrido, o mais provável é que a morte tenha sido causada por enforcamento.

Em algumas entrevistas, o vocalista afirmou que sofreu bullying durante seu período escolar e que sofreu abuso sexual por parte de um amigo mais velho dos seus oito aos treze anos de idade, tendo guardado isso para si por medo de acharem que ele estava mentindo ou que ele era homossexual.

Ian Curtis

Fundador do Joy Division, uma das bandas mais influentes do pós-punk, gênero que influenciou diversos grupos musicais por todo o mundo como a famosa banda brasileira Legião Urbana, Ian Kevin Curtis decidiu encerrar a sua vida quando tinha apenas 23 anos de idade, no dia 18 de maio de 1980, um dia antes do seu grupo dar inicio ao que seria sua primeira turnê internacional.

Acredita-se que a motivação do cantor em cometer suicídio tenha se dado pela constante piora ao seu quadro clinico de epilepsia e seus constantes e problemas conjugais. Ian usou uma corda de varal e se enforcou na casa de seu pai.

Kurt Cobain

Vocalista e guitarrista do Nirvana, principal nome do movimento grunge, um sub-gênero do rock alternativo que nasceu nos anos 80 em Seattle, capital do estado americano de Washington, Kurt Donald Cobain tirou sua vida aos 27 anos, quando estava no auge de sua carreira. Apesar do pouco tempo em vida, ele lutou por anos contra: doenças, depressão, vício em heroína, a pressão da vida profissional, por sua fama e imagem pública e também a pressão em sua vida pessoal, principalmente em seu relacionamento conturbado com Courtney Love.

Em 4 de março de 1994, Kurt teve uma recaída e voltou a usar heroína e, após sofrer, uma overdose, foi convencido a ir para uma clinica de reabilitação. Menos de uma semana após dar entrada, ele fugiu da unidade médica, pegou um avião para sua cidade e tirou sua vida com um tiro de espingarda na cabeça. A morte do “frontman” do Nirvana ainda é misteriosa, já que apesar de ter sido considerado suicídio, muitos acreditam que o musico tenha sido assassinado.

Chris Cornell

Famoso por liderar o Soundgarden, que junto com bandas como Nivarna, Pearl Jam, Alice e Chains, fez parte do movimento Grunge, Chris Cornnel se destacava por sua poderosa voz que mesmo com o passar dos anos, permanecia tão boa quanto no início de sua carreira. Apesar de também ter tido problema com drogas e álcool, o cantor estava sóbrio desde 2007 e sua morte foi tida como inesperada e súbita.

O músico foi encontrado já sem vida em um quarto de hotel após uma apresentação com o Soundgarden no dia 18 de maio. A necropsia confirmou que ele se enforcou com um cinto. O músico consumia Ativan, um remédio para ansiedade e acredita-se que isso contribuído para sua morte já que tomado em excesso, esse medicamento pode provocar pensamentos paranoicos ou suicidas.

Elliot Smith

Famoso após sua indicação ao Oscar em 1998 na categoria Melhor Canção Original pela música Miss Misery, que foi tema do filme Gênio Indomável, Elliot Smith, nome artístico adotado por Steven Paul Smith, cometeu suicídio em 2003, aos 34 anos, com duas facadas em seu peito.

O músico, que era conhecido por suas composições melancólicas que abordavam temas como solidão e desespero, teve uma infância difícil graças ao relacionamento conturbado com o padrasto, que segundo Elliot o abusou sexualmente. Ele lutou por anos contra a depressão, alcoolismo e o vicio em drogas.

Champingnon

Conhecido por ter sido o baixista da banda de rock brasileira Charlie Brown Jr, Luiz Carlos Leão Duarte Junior, conhecido como Champingnon, tirou a própria vida dando um tiro com uma pistola em sua cabeça seis meses após a morte por overdose do vocalista do Chorão. Com o objetivo de respeitar a memória do companheiro de banda, os outros membros remanescentes do CBJR continuaram tocando juntos mas sob um novo nome, A Banca.