Significado de “jeitinho brasileiro”

Esse comportamento típico brasileiro tem origem ainda no Brasil-colônia

O significado de “jeitinho brasileiro”, bem como a sua origem, são objetos frequentes de estudo dos historiadores e cientistas. Isso porque esse “jeitinho brasileiro” tem influência direta no comportamento, eventos políticos e sociais que assistimos em nosso país. 

Logo, saber do que se trata e identificar seu nascimento, bem como a apropriação desse modo de se comportar, é de fundamental importância para qualquer pessoa que more em terras tupiniquins ou queira entender melhor os brasileiros. 

Origem do “jeitinho brasileiro”

O artigo “O Jeitinho Brasileiro: Analisando suas Características e Influências nas Práticas Organizacionais” do Dr. Leonardo Flach, da Universidade Federal de Santa Catarina, publicado pela Revista Unifacs, a Universidade de Salvador, trata do tema.

Segundo o Dr. Flach, “a literatura acadêmica aborda o jeitinho brasileiro de forma polêmica, pois alguns autores o consideram uma atitude incorreta que denigre normas e leis, e outros o entendem como uma maneira criativa e inovadora de resolver determinados problemas, ou ainda como certa flexibilidade para se desprender das disfunções da burocracia”.

Um homem dando dinheiro a outro

A utilização de recursos emocionais são comuns ao jeitinho brasileiro (Foto: depositphotos)

Alguns autores e estudiosos se debruçaram sobre o tema e existem alguns livros bem famosos que falam, entre outras coisas, do famoso “jeitinho brasileiro”.

O livro “O Que Faz o Brasil, Brasil?” de Roberto DaMatta, antropólogo, afirma que as próprias instituições nacionais fazem com que o “jeitinho brasileiro” ocorra, pois o Estado é coercitivo, principalmente pela realidade opressora e a formalidade excessiva que pesam sobre aspectos da vida cotidiana.

O resultado disso para DaMatta é a utilização de recursos emocionais tão comuns ao jeitinho brasileiro. Essa apelação só acontece, pois existe uma certa permissividade das pessoas que controlam as leis pois, apesar de serem rígidas, permitem determinados acessos.

Outro autor que trata da questão é o do famoso livro Raízes do Brasil, Sérgio Buarque de Holanda. Para ele, o jeitinho brasileiro é fruto da cordialidade, que seria nada mais do que agir com o coração.

Os brasileiros teriam como comportamento dar mais ouvidos à emoção do que à razão. Além disso, por conta do contexto histórico do Brasil, os brasileiros teriam uma propensão a tudo o que é informal desde o tempo do Brasil Império. 

O autor, inclusive, traz uma frase celebre que resume o famoso jeitinho brasileiro ainda na fase do Brasil Colônia: “aos inimigos, as leis; aos amigos, tudo”.

Mais um livro que trata do jeitinho brasileiro é o da filósofa Fernanda Carlos Borges. A autora da obra “A filosofia do jeito – Um modo brasileiro de pensar com o corpo”, explica que no Brasil a cultura popular tem mais valor que as leis.

Essa característica tem a capacidade de transformar os valores das coisas. O que é ruim, pode ser adotada como uma coisa boa e vice-versa, sempre em favor dos interesses próprios. 

Veja também: 10 lugares do Brasil para viajar e se conectar com a natureza

O que significa jeitinho brasileiro 

Depois dessa explanação literária do que pensam determinados pesquisadores sobre o jeitinho brasileiro, podemos dizer que o significado de “jeitinho brasileiro” é, na prática, algumas intervenções que os brasileiros fazem para conseguir algo do seu interesse. Isso pode ser praticado burlando-se as leis ou convencendo pessoas a abrirem mão delas por aspectos emocionais, afetivos ou pessoais. 

Exemplos do jeitinho brasileiro

Carteirinha de estudante falsa 

Você sempre quis pagar menos na sua entrada no cinema ou no ticket de transporte público, mas já está fora da escola? Para isso, você decide fazer uma carteirinha de estudante falsa para pagar somente 50% dos ingressos ou pagar menos para se locomover.

Esse é um exemplo claro de transgressão das regras que pessoas comuns costumam praticar e não acham que estão cometendo um crime. É um exemplo de jeitinho brasileiro de pagar menos.

Dirigir sem carteira de habilitação

Muitas pessoas aprendem a dirigir com parentes e amigos e não tiram uma carteira de habilitação. Esse fato de dirigir sem habilitação é um exemplo de jeitinho brasileiro. A justificativa é sempre emocional e financeira.

Há ainda outro fato relacionado que é a compra da CNH. Ela acontece quando o candidato não passa nas provas para tirar a habilitação, mas acaba dando dinheiro ao agente responsável pela sua classificação, o que gera um termo bem popular: CNH comprada.

Consumir pirataria

Você já comprou um DVD no camelô ou compartilhou o sinal da TV a cabo? Pois saiba que isso é um jeitinho brasileiro de burlar as regras e ainda assim ter acesso a bens e produtos vendidos legalmente, mas com reprodução ilegal.

Esse é mais um exemplo do jeitinho brasileiro de consumir produtos e serviços pelo atalho com menor custo e fora da lei.

Veja também: Palavras com significados diferentes no Brasil e em Portugal

Dar propina

Um agente de trânsito ou fiscal da prefeitura encontra irregularidades no seu veículo ou no seu estabelecimento comercial, por exemplo. O que você faz? Paga a multa ou pensa logo em oferecer propina para ele fazer vistas grossas ao que está errado?

Infelizmente, essa situação é bem comum e é um caso típico de jeitinho brasileiro praticado tanto pelo cidadão como pelo agente oficial. Dar dinheiro ao invés de pagar uma multa é ilegal e um ato de corrupção.

Resumo do significado de “jeitinho brasileiro”

O jeitinho brasileiro é uma forma de os brasileiros apelarem emocionalmente para aspectos legais. Isso pode ser entendido como um comportamento cultural e histórico desde a época do Brasil Império. No entanto, não deixa de ser ilegal e passível de punição, além de moralmente inapropriado.

Sobre o autor

Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.