Significado de imigrante

Esse termo é muito confundido com seu parônimo, emigrante. Conheça o conceito dessas palavras a seguir

Qual o significado de imigrante? Essa é uma pergunta bastante recorrente, sobretudo quando se leva em consideração a semelhança da palavra com ‘emigrante’. Para que não exista mais nenhuma dúvida, preste atenção nesse artigo!

A palavra imigrante é comum na vida das pessoas, principalmente se tomar como base os recentes noticiários internacionais, seja em sites, jornais e telejornais. Mas, calma! Você não vai ficar com mais nenhuma dúvida.

Objetivamente falando, imigrante é aquela pessoa que sai do seu país de origem e resolve ir para outro, seja para trabalhar ou morar. Nesse caso, ela também recebe o nome de estrangeira. Veja mais detalhes a partir de agora!

O que é imigrante

Imigrante é uma palavra que classifica uma pessoa que reside em um país que não é o que ela nasceu. Essa denominação parte do ponto de vista do país que recebe essa pessoa ou grupo.

O imigrante também pode ser chamado de ‘estrangeiro’, já que a sua residência é em um país diferente. Esse movimento, também conhecido por imigratório, pode ser realizado por motivo de trabalho ou para fixar moradia.

A palavra imigrante possui origem latina, formada pelas partículas ‘in’ e ‘migro’. Quanto aos significados, ‘in’ é uma preposição que indica movimento de fora pra dentro e ‘migro’ diz respeito a um verbo com sentido de deslocamento físico.

Passaporte

Imigrante é quem não reside no país que nasceu (Foto: depositphotos)

É bom destacar que, para uma pessoa ser chamada de imigrante é preciso que ela se encaixe em alguns requisitos. Por exemplo, se ela chega em um país com o intuito de passear ou passar férias, ela não é chamada de imigrante e sim de turista.

O que é imigração

Imigração é uma palavra que está vinculada a ação de entrar em um país estrangeiro e fixar moradia no mesmo. Isso também implica a participação na vida social, integrar os diferentes costumes, regras e convivência e normas.

Para que esse movimento seja feito dentro da legal, é preciso que o imigrante siga as leis que direcionam essa ação. Do contrário ele pode sofrer consequências que podem variar de acordo com a política adotada para imigração. O termo imigração só se aplica a pessoas que pretendem fixar residência permanente.

O Brasil e os imigrantes

O Brasil é um país formado pela mistura de raças e povos, o que inclui também os movimentos imigratórios que foram constatados ao longo da história. Indícios históricos apontam que a imigração no Brasil começou no ano de 1808.

Esse episódio em específico ficou conhecido, porque estava relacionado com a chegada da família real portuguesa ao Brasil. A partir de então, o movimento imigratório no Brasil cresceu ainda mais com o fim do tráfico de escravos, no ano de 1850.

Daí em diante, muitos europeus seguiram com destino ao País devido a situação de pobreza vivenciada por lá. A motivação foi a quantidade de trabalho que existia por aqui, sobretudo nas lavouras de café e na agricultura.

O Brasil passou a receber imigrantes de diversos países, sendo Portugal, Itália, Espanha, Alemanha e Japão os principais deles. Isso explica a característica cultural deixada em cada lugar escolhido por esses grupos de pessoas.

Veja também: Perdi meu passaporte, e agora? Saiba o que fazer

O movimento imigratório só foi reduzir por volta do ano de 1934, quando foi criada à Constituição, responsável por estabelecer medidas restritivas à vinda de estrangeiros.

Qual é a diferença entre imigrante e emigrante?

A julgar pela semelhança na grafia, existem algumas diferenças entre os termos imigrante e emigrante. Por isso, é comum a confusão que muitas pessoas fazem na hora de aplicar as palavras.

As duas palavras são classificadas como parônimas. Isso quer dizer que elas possuem uma escrita e uma pronúncia muito semelhantes. Apesar disso, possuem significados e sentidos totalmente diferentes.

Todos os dois fenômenos são caracterizados pelo abandono espontâneo do país de origem para se estabelecer em outro. Ou seja, nada é imposto por ninguém. Tudo parte de uma vontade única e exclusiva da pessoa envolvida.

Veja quais os principais diferenciais entre imigrante e emigrante:

Imigrante

A palavra imigrante é usada para identificar uma pessoa que saiu do seu país de origem para outro país. Nesse caso, o ato de entrar em um país diferente do seu caracteriza-o como estrangeiro.

Essa mesma pessoa também é identificada de imigrante a partir do ponto de vista do país que a recebe ou acolheu. Sendo assim, as palavras relacionadas à imigrante, como migrar ou imigração, possuem relação com o país de destino.

Emigrante

Já no que se refere a emigrante, a pessoa sai de um país e viaja para residir em um país diferente daquele no qual ele nasceu. Em outras palavras, emigração é quando se deixa a pátria de origem com intenção de se estabelecer em um país estranho.

Agora isso acontece a partir do ponto de vista da pátria a qual ele deixa. Sendo assim, a pessoa passa a ser um emigrante. As demais palavras relacionadas a esse movimento são emigrar ou emigração. Elas se relacionam com o país de origem do indivíduo.

Lei de imigração

Existem critérios que estabelecem a permanência legal de um imigrante no território escolhido. Eles vêm a partir das “leis de imigração”. Essas determinações são estabelecidas em cada país, ou seja, são independentes de órgãos internacionais.

É bom destacar que os fenômenos migratórios têm fundamento jurídico. Nesse caso, a emigração é consagrada na lei fundamental, do princípio nº 2 do artigo 13º da Declaração Universal dos Direitos do Homem.

De acordo com um trecho do texto da lei em questão, “Toda a pessoa tem o direito de abandonar o país em que se encontra, incluindo o seu, e o direito de regressar ao seu país.”

A imigração é um assunto recorrente, a julgar pela forma polêmica que certos países escolhem para lidar com o tema. Os Estados Unidos costumam enxergar a imigração como algo prejudicial para a sua economia e política como todo.

A política de imigração Norte-americana

Depois que assumiu o governo, o presidente dos Estados Unidos Donald Trump, adotou uma postura bastante dura, para não dizer intolerante, quando o assunto são os imigrantes. Porém, essa história não é recente.

Desde o ano de 2014, ainda no governo de Barack Obama, a imigração passou a ser vista como crime, inclusive, envolvendo até detenção, pelo menos até que o processo fosse julgado. Essa medida tinha o intuito de desencorajar os imigrantes.

Mas, até que Trump assumisse o governo, a regra não era seguida a risca. Ainda durante a campanha, Trump prometeu atuar mais incisivamente nesse ponto, inclusive deportando os imigrantes sem visto. A construção de um muro para separar o México dos Estados Unidos também foi sinalizada.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), as famílias não devem ser consideradas criminosas por tentar entrar em um país, sobretudo nos Estados Unidos. Elas também não precisam ter sua liberdade privada enquanto aguardam o processo judicial.

Veja tambémComo tirar visto americano

As questões sobre os imigrantes

No sentido de solucionar todas as dúvidas, você viu no artigo não só a definição de imigrante como aprendeu um pouco mais sobre a palavra e sua aplicação. Agora, certamente você se sentirá mais seguro quando ouvir ou for usar a palavra.

Nesse mesmo artigo, você também aprendeu a diferenciar duas palavras que se assemelham na escrita e na pronúncia: imigrante e emigrante. Outro ponto relevante foi a Lei de Imigração e o quão ele pode direcionar a política de um país.