,

Como se inscrever no Minha Casa, Minha Vida

Veja o que é preciso para ter sua casa própria

O programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida é uma iniciativa que visa a aquisição da casa própria para famílias com três tipos de renda bruta mensal: até R$ 1.800,00; até R$ 3.275,00 e até R$ 6,5 mil. Se você tem como comprovar algumas dessas rendas citadas, acompanhe este artigo e saiba como se inscrever no Minha Casa, Minha Vida, o MCMV.

De acordo com o site oficial do programa, para se inscrever você tem que “não ser dono ou ter financiamento de outro imóvel residencial pelo mesmo programa; não ter recebido benefícios de natureza habitacional de recursos do governo federal; Não estar cadastrado no Sistema Integrado de Administração de Carteiras Imobiliárias (SIACI) e/ou Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT); e Não estar inadimplente com o Governo Federal”. Veja agora como se inscrever.

Como se inscrever no MCMV?

Aprenda como se inscrever da forma correta no Minha Casa, Minha Vida

Como se inscrever no MCMV e conseguir a casa própria é uma dúvida de muita gente que mora de aluguel (depositphotos)

Para famílias com renda mensal bruta inferior a R$ 1.800 as inscrições podem ser feitas diretamente na sua prefeitura ou no governo do estado e geralmente acontecem nas sedes das diretorias ou secretarias de habitação. Existe ainda uma modalidade especial, para as famílias que integram Cooperativas ou Associações sem fins lucrativos, habilitadas para atuarem no Programa”, orienta o site do Ministério das Cidades.

Já aquelas pessoas com renda bruta de até R$ 6,5 mil podem recorrer a bancos financiadores com juros menores. Sabendo disso, você deve entrar no simulador do site para simular o subsídio para aquisição da sua casa própria pelo MCMV. Se você já tem um imóvel em vista é só emitir a Carta MCMV no final dessa simulação.

Esse documento é válido por 2 meses e deve conter o valor máximo do subsídio. Com o papel em mãos, você vai a uma agência ou correspondente do Banco do Brasil ou Caixa para poder contratar o financiamento habitacional.

E atenção: “a inscrição no Programa não exige nenhum tipo de pagamento. Se alguém quiser cobrar qualquer valor para sua participação ou prometer alguma vantagem como “passar na frente”, denuncie, pois se trata de golpe”, alerta o site.

Quanto vou pagar no Minha Casa, Minha Vida?

Saiba quanto que se paga em um financiamento pelo MCMV

Todo mundo que vai fazer o MCMV se pergunta muito sobre o preço do financiamento (Foto: depositphotos)

Se você tem uma renda bruta de até R$ 1.800, 90% do valor do imóvel é custeado pelo Programa. O restante é por sua conta e pode ser parcelado em até 10 anos através de uma parcela que pode variar de 80 até 270 reais por mês.

As demais faixas de renda varia bastante o valor que é custeado pelo governo, bem como as parcelas e o prazo do financiamento. Por isso é importante que você recorra ao simulador no site oficial para descobrir quanto você vai pagar no Minha Casa, Minha Vida.

Veja também: Simpatia para conseguir comprar a casa própria

Outras informações sobre MCMV

  • A renda analisada pode ser uma composição da soma de todas as pessoas que vão morar no imóvel;
  • Você pode financiar um imóvel em uma cidade diferente a qual você reside. Para saber quanto custa é só escolher outra cidade no espaço disponível para isso no simulador;
  • Você não pode participar duas vezes do MCMV. A oportunidade é para o primeiro imóvel;
  • Se você tem renda até R$ 1.800,00 seu nome sujo não atrapalha na contratação do financiamento;
  • Se você atrasar o pagamento pode perdeu o imóvel.

Sobre o autor

Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.