Qual o menor livro da bíblia? Descubra!

Você sabe qual o menor livro da bíblia sagrada? E qual é o maior? Neste artigo você vai encontrar as respostas para essas perguntas e ainda descobrir algumas curiosidade sobre esse livro sagrado para a religião com mais adeptos no mundo.

A bíblia é o livro sagrado dos três principais ramos do cristianismo e, de acordo com a tradição cristã, começou a ser escrito há mais de 3500 anos. Isso faz da bíblia não só um escrito sagrado, mas também histórico.

Ela é formada por um compilado de escritos, que foram oficializados durante o século 16. Tendo sido traduzida para diversos idiomas, o que faz com que existam diversas versões espalhadas pelo mundo.

As mais significativas dizem respeito entre as diferenças das bíblias das três tradições principais. Que são o catolicismo, o protestantismo e o ortodoxismo, que adotaram como oficiais para o velho testamento livros diferentes. Confira mais sobre isso neste artigo.

Qual o menor livro da bíblia?

Muita gente já deve ter se perguntado qual o menor livro da bíblia. Entre os 73 livros que formam a bíblia católica e os 66 da bíblia protestante, além das inúmeras versões de tradutores é difícil perceber esses pequenos detalhes.

No entanto, é um consenso entre os historiadores e teólogos, que são pessoas que estudam os textos religiosos, que o menor livro da bíblia é a segunda epístola de João. Esse livro fica no novo testamento e não possui capítulos, apresentando apenas 13 versículos por conta do seu tamanho reduzido.

Oração em cima de bíblia

A bíblia católica é formada por 73 livros e a protestante por 66 (Foto: depositphotos)

Em algumas versões da bíblia atual, esse livro contém ao todo apenas 276 palavras. No entanto, mesmo com as variações que podem ter por conta da tradução usada, ele é considerado o menor.

O segundo menor livro da bíblia também fica no novo testamento. Ele é a terceira epístola de João, que também apresenta apenas um capítulo, e foi dividido em 15 versículos. A terceira carta de João possui em média 264 palavras.

Contudo, mesmo que a quantidade total seja menor que no livro anterior, ele é dividido em versículos a mais. E a quantidade de versículos é o fator usado para definir quais são os menores livros.

Esses livros são pequenos porque compõem o que são chamados de epístolas. Em grego essa palavra pode ser traduzida como mensagem ou ordem. Já no latim, a palavra epístola se refere a uma carta, cuja autoria é dada a algum dos apóstolos. Na tradição cristã essas cartas seriam um tipo de orientação para as primeiras igrejas cristãs, que surgiram nas primeiras décadas da era comum.

Veja tambémSonhar com bíblia – Significados para este sonho

Qual é o menor livro do velho testamento?

Não são apenas as cartas escritas pelos apóstolos que formam livros pequenos. No velho testamento, no grupo dos que são chamados de escritos proféticos, são encontrados vários livros que foram divididos em um único capítulo.

O menor deles é o livro de Obadias, que possui apenas 21 versículos. Na bíblia online ele possui apenas 55 palavras. Por conta disso, Obadias é tido como um dos profetas menores da bíblia.

O segundo menor livro do velho testamento também é um dos escritos proféticos. A autoria dele é associada a um homem chamado Ageu e foi dividido entre dois capítulos, com ao todo 38 versículos. Quando juntos eles totalizam pouco mais de mil palavras.

Esses livros são chamados de proféticos por conta de uma divisão teológica. Só para exemplificar, a bíblia era originalmente uma série de textos soltos, que foram escritos por vários autores ao longo do século.

Como forma de dar uma unidade a leitura, foram sendo adicionadas várias divisões. Uma delas, que não é tão visível, é a respeito da organização dos livros que são encontrados no velho testamento.

Sendo assim, eles são divididos entre os livros históricos, que são os primeiros e contam a história desde a formação do mundo. A segunda parte fala dos livros que são um conjunto de poemas ou louvores.

A terceira parte são os chamados livros proféticos. Eles são atribuídos a vários profetas, que seriam pessoas que ouviam e cumpriam todas as ordens de Deus. Além de anunciá-las para o mundo.

E qual é o maior?

o maior livro que pode ser encontrado na bíblia é o chamado de Salmos. Ele é dividido em 150 capítulos diferentes e foi escrito por vários autores, ao longo de vários séculos. Ao todo ele foi dividido em 2461 versículos, que é quase mil a mais do que o segundo maior livro da bíblia.

Em hebraico o nome desse livro é tehilim, que é traduzido de forma literal como “louvores”. Dessa maneira, ele é entendido como sendo um conjunto de poemas e músicas, feitos por nomes famosos da antiguidade. Historiadores cristãos acreditam que o livro de salmos junta poemas escritos por Moisés e pelos reis de Israel: Davi e Salomão.

O segundo maior livro da bíblia depende do conceito usado para classificar. Quando se trata do número de capítulos é o que teria sido escrito pelo profeta Isaías, com 66 capítulos e 1262 versículos.

Já quando se trata de versículos, o segundo maior é o livro de Gênesis, que possui 1533 versículos. Sendo eles divididos entre 50 capítulos ao todo.

Livro de João

A segunda epístola de João contém ao todo apenas 276 palavras (Foto: depositphotos)

Qual é o menor e o maior capítulo da bíblia?

Tanto o menor, quanto o maior capítulo da bíblia podem ser encontrados no livro de Salmos. Que como já foi dito anteriormente é um conjunto de poemas e músicas escritos por vários autores.

Sendo assim, o menor capítulo bíblico é o salmo 117, que foi dividido em apenas dois versículos. Ao todo, esses versículos possuem apenas 30 palavras, que são:

“¹ Louvai ao SENHOR todas as nações, louvai-o todos os povos.
² Porque a sua benignidade é grande para conosco, e a verdade do Senhor dura para sempre. Louvai ao Senhor.”

o maior capítulo é o salmo 119, que foi dividido em 176 versículos diferentes. No total, esses versículos possuem 2355 palavras.

Veja também: Conheça os Provérbios da bíblia sagrada

Por que a bíblia é dividida em duas partes

No início, a bíblia era um conjunto de textos de várias épocas, que foram compilados no início da igreja católica. Acredita-se que isso tenha começado no chamado Concílio de Niceia, que ocorreu por volta do ano 300 e tenha sido finalizado no concílio de Trento, realizado em 1542.

No início, o compilado de textos formava um bloco único. Com o tempo ele foi sendo organizado e dividido como forma de facilitar a leitura e entendimento dos textos sagrados.

Uma das principais divisões foi em velho e novo testamento. O mais aceito pela tradição cristã é que os livros do velho testamento, também chamado de bíblia hebraica, teriam sido escritos entre os anos de 1500 e 450 antes de Cristo.

O nome bíblia hebraica é porque esse era o idioma dos manuscritos originais. O novo testamento, por sua vez, teria sido escrito entre os anos 45 e 90 depois de Cristo. Já em outros idiomas, como o grego, por exemplo.

Essa divisão, no entanto, não é apenas pela data em que os livros foram escritos, mas também por motivos teológicos. O nome testamento veio por causa de um erro de tradução da bíblia septuaginta, que era originalmente em grego.

De acordo com teólogos, a palavra em hebraico é berith, que significa aliança. Sendo assim, o velho testamento fala a respeito dos livros que foram escritos durante a velha aliança. Já o novo fala sobre a nova aliança, que seria a vinda de Jesus.

Por que existem capítulos e versículos?

Os capítulos e versículos são divisões adicionadas mais recentemente como forma de facilitar a leitura e a busca por referência dentro dos textos sagrados. Sendo assim, a divisão da bíblia em capítulos foi criada pelo professor Stephen Langton, em 1227. Já os versículos surgiram no século 16, mais precisamente em 1551, por Robert Stephanus.

Quando a bíblia foi escrita?

Não se sabe ao certo em que ano a bíblia sagrada começou a ser escrita. O mais aceito é que os textos mais antigos datam de 1500 antes de Cristo e os mais recentes do ano 90 da era comum.

As cópias mais antigas que se tem conhecimento atualmente foram encontradas em 11 cavernas da região de Qumran, no Mar Morto, em 1940. Pesquisadores dizem que a data estimada deles varia entre 300 antes de Cristo e 70 depois.

Ao todo são 15 mil fragmentos de texto, escritos em couro que formam cerca de mil manuscritos. A maior parte dele pertencem a textos do velho testamento e outros que são considerados apócrifos.

Sendo assim, a versão mais aceita por historiadores é a de que a bíblia é um compilado de textos de várias tradições que foram passadas ao longo dos séculos por diversas tribos judaicas.

Como ela chegou na forma atual?

A bíblia atual teria sido compilada em 1542. Pelo menos no que diz a respeito a usada pela igreja católica. É importante que isso seja lembrado porque a bíblia das três principais tradições cristãs do mundo possuem diferenças. Ou seja, foram compiladas de maneira diferente ao longo dos anos.

Dessa maneira, a bíblia católica possui 73 livros. Sendo 46 no velho testamento e 27 no novo. Enquanto que a bíblia protestante tem 66 livros, divididos entre 39 no velho e 27 no novo testamento.

Por fim, a bíblia da igreja ortodoxa possui 78 livros. Sendo que 51 deles são encontrados no velho testamento. Os livros a mais que são encontrados na bíblia católica e ortodoxa são chamados de deuterocanônicos ou apócrifos, pelo protestantes.

Sobre o autor

Jornalista com formação completa no curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Experiência prática de dois anos em produção jornalística para TV e rádio (Mtb-PE: 6770). Atualmente atua na área de redação para web, nas áreas de educação, beleza e saúde alternativa. Além da formação no curso superior, possui experiência em produção de vídeo, diagramação de livros e revistas e marketing.