,

Demissão no fim do ano: Saiba motivos e o que fazer

É fundamental manter a calma e seguir alguns passos para superar momentos como esse

Toda demissão é sempre um ‘baque’ para a maioria dos trabalhadores. Mas, perder o emprego e ficar sem renda pode ser muito pior quando acontece no final do ano.

Isso porque essa é uma época na qual as pessoas têm mais despesas e é também quando vão chegar as dívidas de começo do novo ano.

Se você está passando por isso, mantenha a calma e saiba como organizar o seu orçamento até encontrar um novo emprego.

Acredite no seu potencial e saiba que algo melhor está por vir. Por ora, concentre-se nos próximos passos e nas providências que precisam ser tomadas.

Por que as demissões de final de ano acontecem

Não é comum uma empresa demitir alguém no final de ano. Principalmente no Brasil, a classe empresarial evita mandar embora os colaboradores próximo às datas festivas de Natal e Ano Novo.

O brasileiro leva muito a sério essa época do ano. É um período de muitas confraternizações, por isso, as organizações evitam ao máximo demitir alguém.

Porém, quando é inevitável, algumas pessoas são mandadas embora. Entretanto, os motivos mais comuns são situações insustentáveis

Desentendimentos na equipe, ausências injustificáveis e falta de compromisso com a empresa são alguns dos motivos. Dificilmente alguém será demitido sem justa causa nesse período.

Exceto, quando a empresa já está no vermelho há vários meses. Desta forma, vendo a impossibilidade de recuperação, é obrigada a desligar colaboradores.

Veja também: Consultar saldo do PIS, PASEP, Abono Salarial e Seguro Desemprego

O que fazer depois da demissão no final de ano

A primeira regra é não se desesperar. Todo trabalhador tem direito à indenização quando é mandado embora da empresa. Então, você não vai “sair com uma mão na frente e outra atrás”.

Aproveite para fazer as suas contas e chegar a uma conclusão do que é prioridade. Use o dinheiro que receber da empresa para pagar contas. Garanta alguns meses de sossego até aparecer uma nova oportunidade.

Há também o direito ao seguro desemprego. Consulte o seu contador e veja se essa possibilidade está disponível para você. Se sim, você passará a receber um seguro durante alguns meses, o que é fundamental para que você se organize.

Outra boa notícia é que no final de ano algumas empresas contratam. Principalmente, aquelas ligadas ao comércio e indústria de produtos natalinos.

O setor de turismo também é aquecido. Portanto, quem sabe você não consegue se colocar de volta no mercado de trabalho muito antes do que imagina?

Veja também: Reforma trabalhista: saiba o que muda com a aprovação das novas regras da CLT

Passos para conseguir um emprego depois da demissão

Não baixe a cabeça e mantenha o foco no seu potencial. Você pode conseguir um emprego depois da demissão, basta seguir alguns passos.

O ponto de partida pode ser a sua própria equipe do trabalho anterior. Faça contatos e avise que está disponível para outras oportunidades. Alguém pode até lhe indicar para outra empresa.

Procure na sua agenda pessoas que são da mesma área que você e ligue para avisar que você está procurando emprego. Boas oportunidades podem surgir.

A internet também é uma grande aliada na hora de procurar emprego. Acesse a área de vagas das organizações e cadastre o seu currículo. Em pouco tempo você terá um emprego de volta. Acredite.