, , ,

Como se cadastrar no Bolsa Família e receber o auxílio

Amado por uns e odiado por outros. Esse é o Bolsa Família. O programa é uma das marcas do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), porém sua origem se deu ainda no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) que possuía o Programa Nacional de Acesso à Alimentação do qual faziam parte o Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Auxílio-Gás e Cadastramento Único do Governo Federal. Você quer saber como se cadastrar no Bolsa Família e receber o auxílio? Continue lendo.

A iniciativa é criticada por alguns que acreditam se tratar de uma moeda de troca para as eleições e elogiada por outros por ser um programa de transferência direta de renda para brasileiros em situação de extrema pobreza.

Polêmicas à parte, muitos brasileiros almejam ser assistido pelo programa. Portanto, veja como participar.

Para que serve o programa Bolsa Família

Bolsa Família tem como alguns dos principais benefícios combater a fome a pobreza

Combater a fome e pobreza são dois dos principais objetivos do Bolsa Família (Foto: Reprodução | Site Governo Federal)

De acordo com o site da Caixa Econômica Federal, os três principais objetivos do programa Bolsa Família são: “combater a fome e promover a segurança alimentar e nutricional; combater a pobreza e outras formas de privação das famílias; e promover o acesso à rede de serviços públicos, em especial, saúde, educação, segurança alimentar e assistência social”.

Veja também: Como se inscrever no Minha Casa, Minha Vida

Quem pode se inscrever no Bolsa Família?

Bolsa Família possui faixas de renda para que as famílias possam participar do programa

Para se inscrever no Bolsa Família é preciso se enquadrar em uma das faixas do programa (Foto: Reprodução | Portal EBC)

Para participar do Bolsa Família, cada membro da casa deve ter uma renda mensal de R$ 85. Essas são consideradas de extrema pobreza.

Porém, uma segunda faixa de renda pode ser atendida pelo programa. São as famílias consideradas pobres com renda de R$ 85,01 a R$ 170,00 por pessoa que possuem gestantes ou crianças e adolescentes até 17 anos.

O primeiro passo para se cadastrar no programa, é se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

“Esse cadastramento é um pré-requisito, mas não implica na entrada imediata das famílias no programa, nem no recebimento do benefício. Mensalmente, o MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome seleciona, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas para receber o benefício. Para saber se você foi incluído no programa, consulte o responsável pelo programa na prefeitura de sua cidade ou consulte aqui a lista de famílias beneficiárias”, informa o site da CEF.

Quanto vou receber?

Perfil da família é o critério principal para estipular os valores a serem recebidos no programa

Os benefícios do Bolsa Família são concedidos a partir do perfil de cada família (Foto: depositphotos)

Existem três tipos de benefícios. O primeiro é o Básico para famílias de extrema pobreza. No valor de R$ 85,00 mensais. O segundo é o Variável que atende famílias com gestantes, crianças e adolescentes com o pagamento de R$ 39 por cada membro da família. O limite para ele é de até 5 beneficiários que dá o limite de R$ 195 mensais.

O terceiro se aplica a famílias que possuem jovens entre 16 e 17 anos. É o Variável Jovem, cujo valor dele é de R$ 46,00 por mês para cada jovem, acumulando até dois benefícios cujo total dá R$ 92,00.

Posso acumular benefícios?

Bolsa Família tem alguns critérios para que pessoas possam acumular o benefício

Famílias precisam se enquadrar nos critérios estipulados para poder acumular o Bolsa Família (Foto: Reprodução | Site Governo Federal)

Sim. Há famílias que tanto se enquadram no primeiro caso, como no terceiro. Porém, ela precisa ser considerada de extrema pobreza e pode acumular os benefícios Básico, o Variável e o Variável Jovem. O trio deve dar uma renda de, no máximo, R$ 372,00 mensais.

Sobre o autor

Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.