Urticária: o que é? Sintomas, causas e tratamentos


Urticária

É uma reação alérgica comum que tem como característica principal o aparecimento de lesões avermelhadas e elevadas, que se formam rapidamente e mudam constantemente de tamanho e são acompanhadas de coceira.

As urticárias podem aparecer em qualquer idade e se dividem em dois tipos, as agudas, que são aquelas que têm menos de 30 dias de evolução e as crônicas, que são as com mais de 4 a 6 semanas de evolução, essa última pode chegar a durar mais de 20 anos em casos mais severos.

Os casos agudos são os mais agressivos, geralmente aparecem lesões avermelhadas e inchadas em todo o corpo que podem ser pequenas ou grandes, podendo juntar-se e desenvolver lesões ainda maiores. As lesões podem desaparecer e aparecer em outros locais, onde geralmente a coceira é muito forte. Os casos crônicos são bem menos agressivos, porém mais duradouros, as lesões tem um tamanho relativamente menor que nos casos agudos, podendo desaparecer por um tempo indeterminado e voltando a aparecer futuramente.

Entre os causadores da urticária, ganham destaque os medicamentos, alimentos, frio, calor, perfumes, poeira, entre outros. Esses causadores ativam uma célula especial em nossa pele chamada de mastócitos, as mesmas liberam algumas substâncias que são responsáveis pelos sintomas, a principal delas é a histamina, que tem grande participação nas reações anafiláticas e alérgicas.

O tratamento da urticária consiste principalmente em eliminar os sintomas causados pela histamina, para isso, é usada a anti-histamina oral, que tem mostrado bons resultados no tratamento da urticária aguda. O medicamento ajuda no desaparecimento das lesões, na diminuição da coceira e da sensibilidade da pele, porém, em longo prazo pode diminuir a eficiência do sistema imunológico do corpo. Há outros métodos que mostram ser eficientes no combate à urticária, como soluções anti-pruriticas, banhos de aveia e banhos desintoxicantes, que forçam a transpiração, fazendo o corpo expelir qualquer toxina que venha a causar a urticária, esse ultimo, porém, não é recomendado para pessoas com problemas cardíacos.

Fonte de informações:

dermatologia.net

ABC da Saúde