Turbinando o Firefox


Turbinar mais o quê?

Como tantos outros, eu também uso o Firefox. Os motivos são muitos e o principal é: segurança!

Lendo a revista Info, que tem como tema principal as diversidades que há entre Windows Vista e XP, vi um texto muito interessante que ensina como turbinar o Firefox. Oito dicas que ensinam como aumentar a “velo”, otimizar a segurança e outras bobagens, são passadas.

Eu achei interessante, e creio que quem usa também vai utilizar as dicas. Aí vão as úteis (!):

Firefox rápido como uma gazela (só pra quem usa banda larga): Tecle about:config na barra de endereços do navegador; Ache a entrada network.http.pipelining e clique duas vezes sobre ela, mudandoa para true; Faça o mesmo com network.http.proxy.pipelining; Aumente o valor de network.http.pipelining.maxrequests para 20; clique duas vezes em nglayout.initialpaint.delay e modifique para zero.

Firefox leve como uma libélula: Esta dica é para pessoas que utilizam muitos programas abertos ao mesmo tempo. Ela faz com que o Firefox use menos memória RAM, deixando mais para as outras aplicações. Mais uma vez acesse about:config e verifique se a opção config.trim_on_minimize existe. Se ela existir, deverá ficar true. Se não existir, clique com o botão direito em qualquer item e escolha NOVA OPÇÃO>BOOLEAN. Tecle com o nome config.trim_on_minimize e use o valor true.

Só duas são úteis, e como são. Quem que nunca perdeu algum arquivo porque o Firefox resolveu dar pau por causa de múltiplas abas? (Eu já!)