Tatuagens de Buda


Afinal, quem foi o Buda?

Quando falamos do Buda, geralmente as pessoas associam a uma pessoa só, pois acham que este era o nome dele e que foi apenas um. Mas, na realidade, Buda é apenas um título, que significa “aquele que sabe a verdade” e “aquele que despertou”. Este título é dado para aqueles que atingem o nível superior de entendimento, mas o Buda “principal”, o mais conhecido, ainda é o primeiro homem que foi merecedor deste título.

O primeiro Buda se chamava Siddharta Gautma, acredita-se que ele nasceu no ano 556 a.C., no norte da Índia, mais precisamente em Kapilavastu, que hoje é chamada de Nepal. Do contrário do que se geralmente pensa, Gautma veio de uma família nobre: filho do rei Suddhodana e da rainha Maya. Ainda bebê, foi profetizado por um velho sábio (Ansita era seu nome), que disse: “Este menino será grande entre os grandes. Será um poderoso rei ou um mestre espiritual que ajudará a humanidade a libertar-se de sofrimentos”. Diante dessa profecia, o rei decidiu que preferia ver seu filho como um poderoso rei, por isso, afastou Gautma de tudo que remetesse ao filosófico e espiritual, inclusive os sofrimentos do povo. Criou seu filho com muito luxo, para que a criança se tornasse um jovem rei. E tudo caminhava para isso. Aos 16 anos, o jovem Siddharta casou-se com sua prima Yasodhara, com a qual teve seu único filho, Rahula.

Mas Siddharta não era uma pessoa cega e logo passou a compreender que havia uma vida dura fora do seu palácio, apesar de todo o luxo no qual vivia. Quando soube dos problemas da população do seu país, decidiu atravessar a cidade, para ver se tudo era real. E era. Gautma entrou em choque, pois não imaginava tamanha miséria, dor, fome e morte. Ver aquilo o modificou por dentro, então, aos 29 anos, deixou a família para buscar a solução para a dor que havia chegado até ele: o sofrimento humano. Juntou-se à um grupo de brâmanes, mas com o tempo esse grupo já não atendia suas necessidades espirituais, então decidiu seguir o caminho sozinho, buscando compreender tudo aquilo do qual fora privado durante anos no palácio de seu pai. Ele conseguiu, pouco a pouco, compreender que as pessoas estavam interligadas, que éramos todos irmãos. A partir daí, houve a sucessão de fatos importantes:

  • Ele foi tentado por muitos anos por um demônio que tentava lhe dizer que sua busca era em vão, que não valia a pena. E resistiu ao demônio todas as vezes.
  • Resolveu passar seus ensinamentos aos seus discípulos (entre eles, sua esposa e filho), que andaram com ele por várias regiões da Índia, ouvindo e aprendendo sobre sua transformação interna (psicológica e espiritual).
  • Ele morreu em Kusinara e uma semana depois , seu corpo foi cremado. As cinzas foram distribuídas para as pessoas que eram proprietárias das terras nas quais ele viveu e morreu.

Fotos de tatuagens de Buda: feminina e masculina

Tattoo de Buda colorida

Tattoo de Buda colorida | Foto: Reprodução

 

 

Tatuagem de Buda na perna

Tatuagem de Buda na perna | Foto: Reprodução

 

Desenho de Buda nas costas

Desenho de Buda nas costas | Foto: Reprodução

 

Tattoo de Buda no braço

Tattoo de Buda no braço | Foto: Reprodução

 

Tatuagem feminina do Buda

Tatuagem feminina nas costas | Foto: Reprodução

 

Tatuagem de Buda estilosa nas costas

Tatuagem estilosa nas costas | Foto: Reprodução

 

Tatuagem de Buda meditando

Desenho nas costas | Foto: Reprodução

 

Tatuagem colorida de Buda

Tattoo colorida | Foto: Reprodução

 

Desenho de Buda no braço

Foto: Reprodução

 

Tattoo feminina de Buda super criativa

Foto: Reprodução