Sócrates – história e frases


socrates

História de Sócrates

O que sabe-se sobre as ideias de Sócrates foram relatos feitos Platão, Xenofonte e Aristófanes. Não há obras criadas propriamente pelo filósofo ateniense.

Sócrates nasceu em 469 a.C. e morreu em 399 a.C. Ele foi um dos predecessores da filosofia Ocidental e tornou-se um marco na mesma, pois seu conhecimento criou a filosofia pré-socrática e a pós-socrática.

De família pobre, casou-se ainda jovem com Xantipe, uma mulher bem mais nova que ele. Teve ao todo três filhos, Lamprocles, Sophroniscus e Menexenus.

Relata-se que sua profissão era de oleiro, mas tudo indica que Sócrates vivia somente da filosofia, mesmo que paradoxalmente ele não cobrasse nada pelos seus ensinamentos (quem quisesse colaborar com alguma ajuda financeira podia fazê-lo, mas nada obrigatório, ao contrário dos sofistas).

Uma das concepções mais importantes de Sócrates foi a criação da maiêutica. Esta foi uma técnica que visava fazer as pessoas aprenderem a partir de seu próprio conhecimento. Funcionava a partir de perguntas inteligente que ele fazia as pessoas e a partir disto, as “parirem” o conhecimento.

Os temas de suas perguntas eram relacionados aos valores humanos. Ele defendia que o homem deveria dedicar mais tempo no desenvolvimento próprio (intelectual, espiritual e ético) do que em busca de riqueza material.

A maiêutica foi aplicada a grupos de jovens, sábios e políticos. Estes últimos, por se sentirem “ridicularizados”, acabaram por levá-lo a corte grega, acusando-o de desvirtuar os jovens e heresia (Sócrates desmistificava alguns mitos relacionado a Deuses, como acontecimentos da natureza que normalmente eram relacionado aos desejos de alguns deuses).

Mesmo sendo uma pessoa muito humilde, o que pode-se ver na máxima “Só sei que nada sei”, ele queria reconhecimento. Percebe-se isto durante seu julgamento, no qual num dado momento ele diz que deveria ser financiado pelo estado, pois a sabedoria produzida por ele era muito valiosa.

Para ele ser ético é viver com virtude, ter conhecimento, coragem , temperança e justiça. Esta foi outra afirmação que fez no tribunal, onde afirmou que enquanto vivo jamais deixaria de persuadir os outros a almejarem a verdadeira riqueza, que é o desenvolvimento do “eu” interno.

Tudo isto, levou-o a condenação, e mesmo após condenado a morrer envenenado, Sócrates não perdeu sua ética, a prova é que ele teve a chance de fugir da cadeia com seus amigos – antes de sua execução ocorreu um período de festas de cerca de 40 dias – , mas não o fez, pois achava que as leis foram feitas para serem seguidas.

Enfim, Sócrates foi uma pessoa sem igual. Inteligente, honesto e ético. Um dos grandes filósofos de todos os tempos. Não cobrava por seus ensinamentos (ao contrário dos sofistas – grupo de filósofos que ensinavam nas pólis  na mesma época -, como Protágoras), o fazia por prazer.

 

Máximas e algumas frases memoráveis deste filósofo:

filosofia“Só sei que nada sei.”

“Uma vida sem busca (objetivos) não é digna de ser vivida.”

“Conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo.”

“O homem faz o mal porque não sabe o que é o bem.”

“Transforme as pedras que você tropeça nas peças de tua escada.”

As três Peneiras:

Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:
– Quero contar-te uma coisa a respeito de um amigo teu!
– Espera um momento – disse Sócrates – Antes de contar-me, quero saber se fizeste passar essa informação pelas três peneiras.
– Três peneiras? Que queres dizer?
– Vamos peneirar aquilo que quer me dizer. Devemos sempre usar as três peneiras. Se não as conheces, presta bem atenção. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que isso que queres dizer-me é verdade?
– Bem, foi o que ouvi outros contarem. Não sei exatamente se é verdade.
– A segunda peneira é a da BONDADE. Com certeza, deves ter passado a informação pela peneira da bondade. Ou não?
Envergonhado, o homem respondeu:
– Devo confessar que não.
– A terceira peneira é a da UTILIDADE. Pensaste bem se é útil o que vieste falar a respeito do meu amigo?
– Útil? Na verdade, não.
– Então, disse-lhe o sábio, se o que queres contar-me não é verdadeiro, nem bom, nem útil, então é melhor que o guardes apenas para ti.

Fontes de informações:

http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%B3crates

http://horaderelaxar.com.br/2009/01/15/as-tres-peneiras-de-socrates-uma-licao-para-a-vida/