Simpáticas simpatias para você engordar uns quilinhos

Simpatias para ganhar peso

As simpatias fazem parte do folclore e tradição do nosso povo, são receitas especiais, consideradas poderosas, mágicas e passam de geração à geração naturalmente. Quem nunca fez ou soube de alguém que fizesse um desses rituais que incluem elementos naturais e, na maioria das vezes orações, invocações por um pedido feito, etc. A característica fundamental das simpatias é que são “mandingas” cercadas de boas energias, que visam ao bem, seja a cura de um mal qualquer ou até coisas simples e ingênuas, como “encontrar um objeto perdido”!

O resultado, pode não ser o esperado,mas o ritual, envolvendo energias boas, entrando-se em contato com a natureza, tudo isso possibilita um certo relaxamento, uma conexão transcendental que só pode ser benéfica!

Vamos ver alguns exemplos de simpatias, essas são para ENGORDAR (sim, nem todas precisam perder uns quilinhos!)

Simpatias para ganhar peso

– Esta simpatia precisa ser feita na fase de lua cheia. Antes das refeições diga sempre essa frase:

“COMO COM O SOL, ENGORDO COM A LUA. PRIMEIRA LUA CHEIA”

Na segunda noite, complete a frase com “segunda lua cheia” e assim, sucessivamente, até a última noite da fase. Pode ser repetida a cada fase da lua cheia.

– No primeiro dia de lua crescente, vá até um pé de jaca, que esteja produzindo frutos. Vá ao nascer do sol, levando consigo um litro da água recolhida de seu último banho, na hora do enxágue e despeje ao redor do tronco da árvore, rente à terra. Escreva na terra molhada o nº de quilos que você deseja ganhar com essa simpatia. Faça isso por sete dias seguidos.

– Na primeira noite de lua crescente, amarre um cordão amarelo-ouro em torno de sua cintura e dê tantos nós quantos quilos deseja engordar. Fique com este cordão na cintura até a primeira noite de lua cheia, então, arrebente o cordão e enterre ao lado de uma árvore de tronco bem grosso. Nesse mesmo buraco, coloque também a quantidade de folhas dos quilos que deseja ganhar.

Recomendar:

Comentários

Sobre o autor

Redação

SiteTwitterFacebook