Publicado por Redação

Reitoria da USP

Já deixei bem claro aqui, que eu sou contra greves e qualquer tipo de manifestação grosseira que prejudique o manifestante e/ou o manifestado. E me parece que a coisa aqui no Brasil está feia.

No dia 16 à noite, na reitoria da USP numa tal de plenária estudantil, com universitários de várias regiões do país, foi aprovada uma onda de ocupações de reitorias.

Para mim esse negócio já virou oba oba, come come, nheco nheco. Estes estudantes EMOS revoltados, cortadores de pulsos, vão esperar o glorioso período de férias passar, para começarem a ocupar reitorias de faculdades federais e fazerem mais zonas politicamente “corretas”.

Reparem que eles só querem fazer alvoroto e a seriedade da questão ja foi por privada a baixo. Ao em vés de fazerem a maldita da greve deles no período de férias, para que quem sabe depois desta, seus problemas ja estejam resolvidos e eles não perderem carga horária, nããão, é claaaro que não, preferem passar 30 dias coçando os escrotos, para depois ao em vés de estudar, brincarem de space invaders dentro da faculdade.

Apesar de a educação no país precisar de uma lavagem com ACE, não é assim que as coisas se resolvem. Tirando essa combinação pobre de invadir reitorias, a primeira coisa sã de tudo isso até agora, foi também a combinação de uma passeata em Brasilia para reivindicar uma melhoria no sistema de Ensino. Disto, EU participaria.