Quem disse que vida de blogueiro é monótona?


 

Dia no cubiculo

Todo mundo acha que vida de quem passa a maior parte do dia ante um pc escrevendo textos, ou seja, blogando, é monótona.

Isto é um tolo engano, nós que fazemos isto sabemos que não há nada de monóto nessa vida, a não ser quando agente compara a nossa vida com a dos outros, mas isto é uma peculiaridade esporádica.

Dentre as várias tarefas de um blogueiro a pior é a criação do blog, pegar um template cru e ter de cozê-lo, adicionar a ele vários outros temperos e, o mais importante, ter cuidado pra não passar do ponto.

Anteontem e ontem eu passei por isto de novo. Como todos (ou ninguém) sabem o meu parceiro de blog, o Gnomo, acabou de criar um novo blog: o Utopiablog.org.

Ele (Gnomo) pediu-me ajuda para a criação do blog, e eu ajudei. Se vocês soubessem o trabalho que foi para arrumar o template (pros desinformados, entenda como a aparência) do Utopiablog. PUTZ!

Neste momento já dá pra ver que vida de blogueiro não é monótona, pois os sentimentos de raiva – UM dia tentando descobrir onde o FILHO DA PUTA do criador deste template tinha arrumado uma tag “entry” que nem no css do template existia!!!!!!!!!!!! FDP! PQP! CMP! (1, 2, 3,…. Estou mais calmo) – surgem a todo momento.

Mas, lógico que também há os momentos de felicidade, como por exemplo: você ver o money do adsense aumentando. Se assim não fosse, não teria porque exsitir blogs bem trabalhados.

Há também os momentos onde a angústia toma conta do blogueiro. Durante uma mudança de servidor, por exemplo, há blogueiros que cagam-se nas calças, de medo que algo dê errado. Como problemas de acentuação, perda de posts, perda total, tal, tal, tal…

Tá certo que nosso trabalho (eu já me incluo como um problogger, também, com o tamanho dos meus gastos até se eu vendesse dudu (sacolé, dimdim, chu-chup) a R$0,15 daria pra viver) é feito em casa, mas isto é uma das regalias da Era da Informação. Com um pc hoje dá pra se fazer quase tudo sem nem sair de casa. E, no final de contas, a maioria das pessoas hoje, almeja um lugar igual ao nosso. Todo estagiário de uma empresa almeja a gerencia, a diretoria, e a partir daí ficar o dia todo trancafiado dentro duma sala só dando ordens, igual a nós (com exceção das ordens).