Pancreatite aguda: causas, sintomas e tratamentos


PâncreasA pancreatite é uma inflamação do pâncreas, órgão situado no abdômen, atrás do estômago. O pâncreas é responsável por várias funções importantes no organismo, como por exemplo a produção de insulina.

O pâncreas tem como uma de suas principais funções no organismo, a secreção do suco pancreático, que contém enzimas que ajudam na digestão de proteínas, gorduras e carboidratos dos alimentos que ingerimos. Essas enzimas normalmente não são ativadas enquanto não chegam ao intestino, porém, se elas ficarem ativas dentro do próprio pâncreas, as mesmas começam a digerir as células do próprio órgão, provocando uma grave inflamação. Esse evento pode ocorrer devido a fatores como a obstrução do canal pancreático, devido a cálculos biliares, entre outros fatores, que impede a saída do suco pancreático do órgão, acarretando no acúmulo do mesmo no pâncreas. A pancreatite aguda ocorre subitamente, dura um pequeno período de tempo, e na maioria das vezes é resolvida facilmente com o tratamento adequado. Porém, a pancreatite aguda pode se tornar uma doença grave que pode levar a complicações de saúde pelo resto da vida. Diferentemente da aguda, a pancreatite crônica não se resolve sozinha, levando a uma lenta destruição pancreática.

CevejaPode ser adquirida por vários fatores, como o abuso excessivo de álcool, cálculos biliares, alta taxa de triglicerídeos no sangue, problemas na glândula paratireoide, certas infecções virais e alguns medicamentos. O principal sintoma da pancreatite aguda é dor na parte superior abdominal, que pode durar alguns dias. A dor pode vir acompanhada de outros sintomas como febre, vômitos, inchaço no abdômen, pulso rápido e náuseas.

O tipo de tratamento da pancreatite aguda vai depender do grau de evolução da doença. Por exemplo: se não forem comprometidos os rins e pulmões, ela geralmente se cura por si só. Já em casos mais graves, quando são comprometidos outros órgãos, é necessária a internação hospitalar, com alimentação e reposição de fluidos por via intravenosa de 3 a 6 semanas. Se não tratada, a pancreatite aguda pode causar uma série de complicações, como problemas respiratórios e hipóxia, a falta de oxigênio nas células dos tecidos.

Fontes de informações:

ABC da Saúde

CopacabanaRunners