Oração para Iansã


Oração para Iansã

Imagem: Reprodução

Sendo um Orixá feminino muito conhecido no Brasil, Iansã é uma das figuras mais populares entre os mitos da Umbanda e do Candomblé. Na África, é mais cultuada sobre o nome de Oiá. O que poucos sabem, em termos de sincretismo (fusão de doutrinas de várias origens), é que Iansã é associada à figura católica de Santa Barbara – protetora de ocasiões como tempestades, raios e trovões. Iansã costuma ser saudada após os trovões, é senhora do vento e da tempestade, considerada uma das mais apaixonadas amantes de Xangô.

Assim como a maior parte dos Orixás femininos cultuados pelos iorubas, é a divindade de um rio. Este rio é conhecido internacionalmente como rio Níger, ou Oiá, pelos africanos. Mas Iansã se diferencia das personagens femininas centrais, pois está bastante presente nos campos de batalha, onde se resolvem as lutas grandiosas. Ela está sempre longe do lar, já que não gosta de ter que realizar afazeres domésticos. Sua história é longa e sua lista de paixões é tão grande quanto ela, acredita-se que Iansã percorreu vários reinos usando sua inteligência, astúcia e sedução para aprender de tudo e conhecer de tudo (aprendeu a manusear uma espada, a usar um escudo, a pescar, etc.).

Iansã é descrita como: extremamente sensual, que se apaixona com facilidade (uma paixão violenta, cheia de provocação e ciúme), que nada nela é medíocre, regular ou discreto. Dizem que suas zangas são terríveis e causam medo, seus arrependimentos são carregados de drama, seus triunfos são, no mínimo, decisivos e não dá atenção a picuinhas ou pequenas traições. É o Orixá da paixão.

Características e curiosidades sobre Iansã

  • Cor: Coral (amarelo).
  • Fio de Contas: Coral (marrom, bordô, vermelho, amarelo).
  • Ervas: Cana do Brejo, Erva Prata, Espada de Iansã, Folha de Louro, Erva de Santa Bárbara, folha de fogo, Colônia, Mitanlea, Folha de Canela, Peregum amarelo, Catinga de Mulata, Parietária, Para Raio.
  • Símbolo: um raio (Eruexim, cabo de ferro ou cobre com um rabo de cavalo).
  • Pontos da Natureza: Bambuzal.
  • Flores: amarelas ou corais.
  • Essências: Patchouli.
  • Pedras: coral, coralina, rubi e granada.
  • Metal: cobre.
  • Planeta: Lua e Júpiter.
  • Dia da semana: quarta-feira.
  • Elemento: fogo.
  • Chacra: frontal e cardíaco.
  • Saudação: Esparrei Oiá.
  • Bebida: champanhe.
  • Animais: cabra amarela, coruja rajada.
  • Comida: acarajé (Ipetê e bobó de inhame).
  • Número: 9.
  • Data comemorativa: 4 de dezembro.
  • Sincretismo: Sta. Bárbara, Joana D’arc.
  • Incompatibilidades: rato e abóbora.

Oração para Iansã

“Salve Iansã, Rainha das Tempestades e Orixá dos ventos. Mãe que espanta e manda para longe aqueles que nos querem mal. Que defende seus filhos com a espada de cobre, guerreira e corajosa. Mãe da alegria e do bom viver, quero que teus ventos me abram os caminhos . Encoraja minha alma e alegra meu coração. Ouça minha oração! Ê PARREIA OYÁ!”