Oração para depressão


Oração para depressão

Foto: Reprodução

Oração para amenizar a depressão

“Amado Senhor, existem momentos em que me sinto muito deprimido, desestimulado até para rezar. Peço, por favor, para me livrar dessa prisão. Agradeço-te, Senhor, por Teu poder que liberta e, no poderoso nome de seu filho, Jesus, expulso de mim aquilo que é maligno: o espírito de depressão, de ódio, de medo, de auto-piedade, de opressão a mim mesmo, de culpa, de falta de perdão ou qualquer outra força negativa que tenha tentado me derrubar. Eu amarro todas elas e as expulso em nome de Jesus.

Senhor, quebra todas as cadeias que me prendem. Jesus, te peço a sua companhia para voltar comigo ao momento em que a depressão me pegou, para que me liberte das raízes deste mal. Me ajude a curar todas as minhas lembranças dolorosas. Me enche com teu amor, tua paz, tua alegria. Traga de volta para mim a alegria da minha salvação.

Senhor Jesus, permita que a alegria chegue até as profundezas do meu ser. Eu Te amo, Jesus, eu Te louvo. Traga para a minha mente tudo aquilo que posso Te agradecer. Senhor, me ajuda a Te alcançar e Te tocar; a Te olhar e não olhar aos meus problemas. Te agradeço, Senhor, por me guiar até a saída do vale. É em nome de Jesus que suplico minha cura. Ouça minha oração. Amém.”

Conhecendo este problema

O termo “depressão” é frequentemente usado para definir uma situação de tristeza repentina e profunda, geralmente em casos que sequer são realmente de depressivos. Usá-lo para designar aquele momento em que você está um pouco “pra baixo” é comum, porém, é preciso observar se isso é algo que acontece constantemente e se apresenta alguns sintomas, pois a depressão é uma doença e, portanto, precisa de tratamento. Por não ser tão reconhecida como doença (pois muitos levam a palavra na “esportiva”), muitas vezes não é diagnosticada e a pessoa é forçada a continuar convivendo com os sintomas incômodos que causa. Alguns deles são:

  • Se sentir deprimido a maior parte do tempo, geralmente em todos os dias da semana.
  • Ter seu interesse e prazer diminuídos para realizar a maioria das atividades que você já realizava antes.
  • Peso alterado – perda ou ganho de peso sem intenção.
  • Desenvolver insônia ou hipersônia que acontecem todos os dias, geralmente.
  • Problemas psicomotores como agitação ou apatia, quase todos os dias.
  • Perda de energia ou fadiga que não passa, diariamente.
  • Pensamentos de culpa em excesso e/ou inutilidade.
  • Grande dificuldade de concentração em situações rotineiras. Pensar e se concentrar são duas tarefas diminuídas.
  • Pensamentos suicidas que ocorrem num curto espaço de tempo ou quaisquer pensamento sobre a morte.

O tratamento para os depressivos

Por ser uma doença psicológica que acaba afetando o corpo da pessoa, a depressão deve ser tratada, antes de tudo, com muito cuidado para não agravar o quadro. Quando pensamos estar ajudando, muitas vezes estamos errados. Como ao tentar cobrar alguma reação do paciente, tentando fazer com que ele se sinta melhor distraindo-se ou envolvido numa atividade. O correto seria escutá-lo, já que certamente ele tem muita coisa a dizer sobre o que está sentindo e pensando. Escutar e aconselhar que procure por ajuda, se preciso, são dois passos para – naturalmente –  convencer um paciente de que precisa ser tratado. Depressão psicológica é muito séria, podendo levar ao suicídio ou morte por causas naturais, portanto, quanto antes for descoberta, melhor. Após o diagnóstico, o psiquiatra encaminhará o paciente para o melhor tratamento, contudo, nem mesmo alguém formado e capacitado para isso sabe o que se passa na cabeça de um depressivo ou sequer compreende totalmente o seu sofrimento.