O mundo é dos fanfarrões! iPhone e Second Life


iPhone e Second Life

iPhone e Second Life. Os dois “produtos” mais falados do momento.

Você sabia que eles não são tudo isto que estão falando? O iPhone além de muito marketing tem uma bateriazinha (como disse o Gnomo) de nada e que algumas de suas funções serão inúteis para nós brasileiros.

O Second Life, tão falado, tão revolucionário, tão TÃO. E nem está entre os nove mundos virtuais mais acessados dos últimos meses.

Estes dois casos provam a Marketibilidade que é usada para nos enfeitiçar à “comprarmos” tais produtos/serviços.

A fanfarrice do iPhone chega a ser bem maior que a do Second Life. A Apple anunciou o lançamento do iPod iPhone no ano passado e só daqui a dez dias que ele será lançado. Também há o caso da duração das baterias que será de apenas 8 h; imagina só você ter de carregar o seu celular 2 vezes num único dia. Pessoalmente isto me daria nos nervos.

Voltando a falar do Second Life; ele leva um boa pisa dos outros mundos que chegam a ter até 16 vezes mais acessos que ele.

World of Warcraft – 8,5 milhões de usuários. Orcs, humanos e mais dezenas de monstros se degladiando neste mundo, com gráficos e interace maravilhosos, mas que tem uma mensalidade (15 dólares). Só na China há 4 milhões de jogadores. O supra-sumo dos MMORPG (sigla em inglês para RPG massivo para vários jogadores online, na minha tradução livre)

Habbo Hotel – 7,5 milhões de usuários únicos por mês (mais de 60 milhões de cadastros). Esse é um chat ultravitaminado, com um ambiente em flash que lembra vagamente o South Park. Há uma meia-dúzia de joguinhos e pistas de dança, roupas para comprar e móveis para decorar seu quarto, mas o objetivo é fazer a molecada conversar – o Habbo é voltado para adolescentes.

Runescape – 5 milhões de usuários. Outro MMORPG, meio feio, mas com a enorme vantagem de rodar diretamente no browser. A conta básica é de graça. Vários brasileiros participam desde 2001, quando foi lançado.

[…]

10º Second Life – 500 mil. Há vontade de várias empresas de que existam cada vez mais pessoas, muito dinheiro é movimentado, então acredito que o SL vai subir nessa lista razoavelmente rápido. O que impede é o absurdo requerimento de computador – nem todo mundo tem máquina pra rodar o negócio bem.”

Descrições dadas pelo blog SUPER

Tá certo que também há produtos bons que são muito marketizados. Mas está difícil de identificá-los, já que todo produto nos é apresentado como O melhor do MUNDO!