Numa sinuca de bico!


Idolos

Especialistas afirmam que quando se começa em um negócio/esporte é bom se ter um ídolo, alguém cujos passos você queira trilhar igualmente. Pois isto estimula você, serve como uma “mão invisível” que lhe dá ânimo e ainda serve de base para você comparar-se e vê se está alcançando realmente seus objeCtivos.

Foi isto o que eu fiz. Quando comecei este ainda-não-negócio chamado Blogodorium iniciei a busca por um blogueiro exemplar a quem eu pudesse me espelhar. Inicialmente pensei em blogar “igual” ao Cardoso, mas logo percebi que não tinha gabarito para poder falar dos mesmos assuntos que ele. Depois pensei em blogar como o Rafael Slonik, mas como sempre há um porém – nem Joseph Climber teve que mudar tanto de planos! – não deu certo, uma vez que sem PageRank e sem uma mente tão indignada com a atual situação do mundo não consegui obter êxito.

Até chegar á um ponto onde percebi que escrevia bem sobre as coisas que aconteciam em minha vida de blogueiro-starter ou internauta-indignado. Mas eu não quero somente isto! Eu quero mais. Quero ir além [00….]

Por isto a partir de hoje hei de escrever textos com um estilo próprio. Um estilo intitulado “40% P/60%L” – 40% paraquedistas, 60% leitores (ou vice-versa).

Vamos ver no que vai dar…