Mórmons – doutrina da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias


Mórmons

Foto: Reprodução

Desde sua criação, a igreja mórmon provocou conflitos entre cristãos e ateus pelas doutrinas ensinadas por Joseph Smith, seu criador. Por sofrer perseguições a igreja teve de mudar várias vezes de sede, mas foi em Utah que encontraram paz e a partir daí começaram a expandir-se até tornarem-se internacionalmente conhecida, como é hoje.

Origem

Os mórmons constituem parte de uma religião restauracionista, segundo os mesmos, o termo mórmon era o nome de um local onde o profeta Alma ensinava o Evangelho de Jesus Cristo ao povo do rei Noé, que viviam em Leí-Néfi por volta do ano de 146 a.C. Mórmon também é personagem do Livro de Mórmon, nesse livro ele é um profeta que viveu nas Américas por volta de 321 d.C, segundo relatos, Mórmon morreu aproximadamente em 400-421 d.C.

Criação

A igreja Mórmon teve como data de criação 06 de abril de 1830, em Fayette Nova York, Joseph Smith e alguns de seus seguidores foram os membros fundadores. A princípio, a Igreja de Jesus Cristo dos Últimos dias, foi restaurada por seu fundador (Joseph Smith Jr.), que segundo ele em dúvida de qual igreja estava certa, decidiu orar ao Senhor, depois de ter lido a Bíblia em Tiago 1:5 que diz: “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada”. Depois de ter lido, como já dito, o fundador da igreja Mórmon orou pedindo a Deus direção para tomar a decisão de qual igreja era a correta, verdadeira.

E então, segundo o próprio J. Smith, aconteceu algo diferente: “vi um pilar de luz acima de minha cabeça, mais brilhante que o sol, que descia gradualmente sobre mim. Quando a luz pousou sobre mim, vi dois Personagens cujo esplendor e glória desafiam qualquer descrição, pairando no ar, acima de mim. Um deles falou-me, chamando-me pelo nome, e disse, apontando para o outro: Este é Meu Filho Amado. Ouve-o!”, e Jesus Cristo, o salvador e redentor do mundo, revelou que nenhuma das crenças no mundo eram verdadeiras, e que ele (Joseph) teria o dever de restaurar a igreja de Jesus Cristo e deixá-la exatamente com era antes, com 12 apóstolos e um profeta.

Registros Mórmon

O livro Mórmon é considerado por eles como outro testamento e como eles (mórmons) gostam de enfatizar: “não um outro evangelho de Jesus Cristo”. Nesse livro existe menção a outras obras que levam em seu título o termo Mórmon, são:

  • Palavras de Mórmon
  • Livro de Mórmon
  • Placas de Mórmon

Membros da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias

Mórmons foi um apelido dado por pessoas que não fazem parte da doutrina, aos membros da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias, justamente pelo fato deles seguirem as escrituras de “O livro de Mórmon”, mas segundo a versão da igreja, o nome dado pelo Senhor a qual os membros devem ser chamados é: os santos dos últimos dias, ou (SUD). Também segundo versão da igreja foi incluído “dos últimos dias”, para diferenciar os membros dessa época, pois segundo os mórmons, estamos nos últimos dias.