Karatê – sua história, regras básicas e fotos


O karatê é uma arte marcial praticada por diversas pessoas, de diversos países, conquistou o mundo assim como outros tipos de lutas, é complexa e possui uma grande e encantadora história.

Um pouco de história

Karate

Surgiu no Japão, sendo impossível saber exatamente o momento de sua origem. Só sabemos ao certo, que assim como outras artes do Oriente, o karatê também surgiu com a intenção de passar exigentes disciplinas, desenvolvimento físico e agilidade a quem o pratica.

Com o tempo o karatê foi naturalmente se espalhando pela Ásia, possuindo além de características japonesas, influencias da cultura chinesa.

Logo no início esta arte marcial era rigidamente ensinada pelos mestres, fazendo com que os alunos se submetessem a duros exercícios com métodos repetitivos.

Sendo que com o passar dos anos, alguns mestres foram moldando esta arte, transformando e simplificando os treinos,  mudando algumas táticas de posições, postura e flexibilidade, tornando as técnicas menos rígidas mas ao mesmo tempo fortes e levando esta prática para um fim esportivo.

O karatê chegou enfim ao Ocidente no ano de 1900, se tornando oficialmente um esporte, dois anos depois, e aos poucos sendo conhecido por todo o mundo.

O karatê possui diversos estilos que consequentemente, se diferem pelas regras.

É importante saber que esses diferentes estilos se baseiam em três diferentes técnicas.

São elas

  • Kata – Normalmente nesta técnica, o praticante desta arte marcial, consegue praticar os exercícios sozinhos, são movimentos semelhantes a coreografias que fazem com que o aluno enfrente situações, como se estivessem em uma luta com inimigos imaginários.
  • Kumite – É o combate em si. Havendo dois reais adversários e lutando, em iguais situações. É considerada uma técnica muito importante, pois promove entre ambos os lutadores, um compartilhamento e coletividade. Segundo a filosofia do karatê, para uma formação completa, o carateca – como são chamados as pessoas que praticam karatê -, precisa do kumite, para desenvolver em si, o respeito e ajuda ao próximo.
  • Kiron – A técnicas mais básica do karatê, ensinando as formas simples de defesa, ataque e uma postura correta. Fazendo com que o aluno repita os exercícios diversas vezes, para fixar em sua mente e transformar essas técnicas, em movimentos naturais do corpo do aluno.

Golpe de karateOs alunos de karatê, como estamos acostumados a ver, podem possuir diferentes cores de faixas, para que seja exposto seu nível atual, e sabermos o que o aluno já aprendeu.

Havendo os chamados exames de faixas, que decidem em que nível se encontra o aluno e se ele já está preparado para passar para um nível mais elevado. Que são três. No último o aluno recebe a faixa preta, o que significa que já está completamente preparado.

As competições do karatê, também conhecidas por torneios, são divididos em duas modalidades, na primeira, chamada Kata – que já conhecemos –  os atletas fazem uma performance que é julgada pelos juízes.

E a segunda é quando os atletas se enfrentam, por um determinado tempo, chegando até cinco minutos. Os pontos variam de acordo com os  movimentos e velocidade dos golpes dados nos adversários.

Para concluir é importante voltar a dizer que o verdadeiro objetivo desta arte marcial, é desde o princípio, desenvolver a quem o pratica, a nobreza, perseverança, respeito a si e ao próximo, controle de espírito e de agressividade e o esforço.

Fotos de competições e lutas

Chuck Norris

Chuck Norris

 

Van Damme

Jean Claude Van Damme

 

Cena do filme Karate Kid

Cena do filme Karate Kid

 

Tigre shotokan

Tigre – símbolo do estilo Shotokan