História e características da Literatura do Trovadorismo

literatura lirica

Momento histórico que ocorreu este movimento literário:

O Trovadorismo ocorreu após a queda do império Romano, num momento onde surgia um novo regime para o mundo, o Regime Medieval, na Idade Média, também chamada de “Idade das Trevas”.

A Idade Média dividi-se em: Alta Idade Média (século V ao VIII) e Baixa Idade Média (do século IX ao XV).

Caracterizado pela alta censura da igreja quanto o acesso ao conhecimento gerado pelos gregos e latinos, pela criação de feudos, da vida no campo, dos cavaleiros e donzelas.

O teocentrismo era pregado pela igreja, o que possibilitou a criação de diversas “contribuições” a igreja, motivados pela busca da salvação divina.

A história do Trovadorismo:

O Trovadorismo nada mais sé do que poesia cantada. No início os trovadores, que eram músicos-poetas, viviam no sul da França.

Este estilo literário retrata a vida feudal, caracterizada pela existência de camponeses, cavaleiros, donzelas, batalhas, reis… Tudo isto relatado de forma muito intríseca a emoção, em detrimento da razão.

O Trovadorismo se divide em:

  • epopéia: poesias cantadas ou recitadas de celebração a feitos heróicos em prol da nação.
  • cantigas de gesta: epopéias cantadas em francês e castelhano.
  • romance: epopéias transformadas em prosa.
  • novelas: contavam as histórias entre cavaleiros, batalhas e donzelas.
  • Também tinham o estilo lírico, conto e teatro.

Características do Trovadorismo:

  • Homem religioso, porém sempre sofrendo tentações pelos prazeres do mundo.
  • Teocentrismo.
  • Profundo cristianismo.
  • Submissão à Igreja e ao senhor feudal.
  • Sentimento acima da razão.

Recomendar:

Comentários

Sobre o autor

Redação

SiteTwitterFacebook