História de Pablo Picasso e fotos de suas obras

Co-fundador do movimento artístico Cubismo, juntamente com Georges Braque, Pablo Picasso foi e ainda é um dos mais influentes artistas. É reconhecido mundialmente como um dos mestres da arte no século XX e considerado um dos artistas mais versáteis e famosos, contando com uma bagagem de milhares de trabalhos que incluem pinturas, esculturas, cerâmicas e ainda poesia.

Nascido na cidade de Málaga, em Andaluzia – Espanha, em 25 de outubro de 1881, filho de María Picasso y López, de quem o pintor herdou os traços, e José Ruiz Blasco, Picasso contava com um nome muito extenso: Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso. Seus dons artísticos tiveram a quem puxar, pois seu pai era desenhista, mas com um talento bem mediocre. A primeira obra de Pablo foi feita aos oito anos de idade, era um óleo sobre madeira chamada O Toureiro. Esse trabalho foi conservado por toda a vida do artista que a levou consigo para onde se mudasse.

A lenda de seu nascimento

Surgiram várias lendas em torno do nascimento de Pablo Picasso, algumas até mesmo foram encorajadas por ele. Segundo uma delas, o artista teria nascido morto e a parteira dedicou toda sua atenção à mãe que estava de cama. Somente o médico, Don Salvador, que como seu sobrenome faz jus, salvou a vida do menino que morria de asfixia soprando-lhe fumo de um charuto na face, fazendo com que ele começasse a chorar.

Picasso pela Europa

Pablo saiu de sua pequena cidade natal em direção da capital espanhola Madrid, instalado num novo atelier, e se inscrevendo na mais próspera e conceituada academia de artes da Espanha, a Real Academia de Belas-Artes de São Fernando. Infelizmente a estadia dele em Madrid foi interrompida e teve que ir em direção a Barcelona em prol de se curar da escarlatina que havia contraído na cidade anterior. Passou por um período boêmio em Barcelona e então fez sua primeira viagem a Paris em outubro de 1900. A Cidade Luz era a capital artística da Europa e foi o lar permanente do artista desde abril de 1904, quando finalmente se mudou para Momtmartre, o novo centro de arte e da literatura vanguardista.

Picasso realizou sua primeira colagem no ano de 1912, colou pedaços de jornais, tecidos, papeis e embalagens de cigarros em suas telas. Seis anos depois conheceu a bailarina Olga Koklova e se apaixonou. Casou-se com Olga, que engravidou e serviu de grande inspiração para o artista e começou uma série de pinturas de mães com filhos. Anos depois, em 1943, Picasso conhece a pintora Françoise Gilot e tem dois filhos com ela, Claude e Paloma. Pablo Picasso morre aos 91 anos em Mougins, França, no ano de 1973 e se encontra sepultado no Castelo de Vauvenargues, no sul da França.

Você sabia?

Pablo Picasso foi o primeiro artista vivo a expor seus trabalhos no Museu do Louvre! Como uma honra especial a ele, em seu 90º aniversário houve uma exposição com a arte dele no famoso museu francês.

Obras

As obras de Picasso foram classificadas em períodos, cada um com um estilo diferente.

  • Período Azul (1901 – 1904): Obras sombrias em tons azuis e verde azulado, usando outras cores ocasionalmente. Desenhava prostitutas e mendigos. A cegueira é um tema bem explorado, fazendo parte dos The Blindman’s Meal e o retrato Celestina.
  • Período Rosa (1905 – 1907): Tem um estilo mais alegre, com cores vivas, em ênfase o rosa e laranja. Muitas pinturas são influenciadas por Fernande Olivier, sua modelo e amor na época.
  • Período Africano (1907 – 1909): Começou com duas figuras inspiradas na África, no quadro Les Demoiselles d’Avignon. Ideias deste período levaram ao cubismo.
  • Cubismo analítico (1909 – 1912): Foi um estilo de pintura desenvolvido com Georges Braque usando cores marrons monocromáticas. Ambos pegaram objetos e estudaram suas formas.
  • Cubismo sintético (1912 – 1919): Dessa vez foram utilizados fragmentos de papel colados em composições. Marca o primeiro uso da colagem nas artes plásticas.
  • Classicismo e surrealismo: No período seguinte à Primeira Guerra Mundial, Picasso produziu obras em um estilo neoclássico. Na Segunda Guerra pintou seu quadro mais famoso, Guernica, que é uma visão do bombardeio das tropas comandadas por Hitler em Guernica, na Espanha. A pintura representa a brutalidade e desespero na guerra.

Imagens dos quadros

Fotos de aguns quadros pintados por Picasso:

Primeira Comunhão (Obra concebida na fase azul de Picasso)

Primeira Comunhão

 

Foto de uma das obras mais famosas: Guérnica

Guernica

 

Imagem do quadro Dora Maar au chat

Dora Maar au chat

 

Imagem do quadro Sonho e Mentira de Franco

Sonho e Mentira de Franco

 

Imagem do quadro Mulheres Correndo

Mulheres Correndo

Recomendar:

Comentários

Sobre o autor

Nayla Georgia

SiteTwitterFacebook