Gagueira: o que é, sintomas, causas e tratamentos


O que é?

Gaguinho

Gaguinho, famoso personagem de desenhos animados que sofre de gagueira.

É um distúrbio, devido ao mau funcionamento de áreas do cérebro, por fatores psicológicos,   por predisposição genética ou uma alteração na estrutura do cérebro, que ocasiona vacilações, interrupções na fluência verbal com paradas, repetições e prolongamento de sílabas e sons.

Sempre foi cercada de mitos, devido à sua complexidade, antigamente acreditava-se que era de ordem psicológica e que não tinha cura. Hoje se sabe muito mais a respeito de suas causas, o que possibilita a cura. Sendo o tratamento precoce muito importante no processo.

Sintomas:

Na verdade, a doença é a disfemia e o sintoma é a gagueira, que prejudica a capacidade de a pessoa se comunicar, causando constrangimentos e até irritação. Apesar disso, algumas pessoas conseguem se destacar e se tornar até mesmo famosas, como Winston Churchill, que ensaiava seus discursos até que ficassem perfeitos; Charles Darwin, entre outros.

O cérebro utiliza um de dois sistemas pré-motores para a fala: o sistema pré-motor medial, responsável pela fala espontânea e o sistema pré-motor lateral, responsável pela fala não espontânea (como falar sozinho, cantar, sussurrar, etc.). Na gagueira, o sistema pré-motor medial é o que deve estar comprometido, enquanto o pré-motor lateral, integrado pelo cerebelo, tende a apresentar-se perfeito, por isso, em situações em que não ocorre a fala espontânea, a gagueira desaparece.

Causas:

Há dois tipos distintos de gagueira: A Gagueira do Desenvolvimento Persistente (PDS) e a Gagueira Adquirida, ou, Gagueira Neurogênica.

O Discurso do Rei

Cena do filme “O DISCURSO DO REI”, que fala da história real do jovem rei George VI que era considerado inapto para reinar por conta de sua gagueira.

Gagueira do desenvolvimento persistente: surge antes da puberdade, geralmente até os cinco anos de idade; não é ocasionada por dano cerebral ou qualquer causa conhecida.

A taxa de incidência desse tipo de gagueira está em torno de 5% e a recuperação, é de 80%. Sendo a taxa de recuperação maior em meninas, o que significa três ou quatro homens para cada mulher com o problema.

Gagueira Adquirida: acontece após um dano cerebral, como um derrame, uma hemorragia ou traumatismo craniano. Este tipo de gagueira geralmente é invariável, não desaparece em situações de fala não espontânea.

Tratamentos:

Como as causas da gagueira são multifatoriais, os tratamentos aplicados também são variados, dependendo da idade do paciente, causa mais provável de sua gagueira, etc. Existem tratamentos medicamentosos e não medicamentosos indicados, como terapias realizadas na infância com fonoterapeutas e remédios que atuam na dopamina ou no GABA, dois neurotransmissores que são implicados em casos de gagueira.

Fontes de informações:

http://www.gagueira.org.br

http://www.artigonal.com