Frases de Caetano Veloso


Apresentando um dos maiores ídolos nacionais

Quando nasceu, no dia 7 de agosto de 1942, recebeu de Claudionor e José (seus pais, mais conhecidos como Dona Canô e Seu Zezinho) o nome de Caetano Emanuel Viana Teles Veloso – um nome grande, para fazer jus ao artista que viria a ser. Baiano da cidade de Santo Amaro, Caetano não é o único artista de sua família, pois o talento musical também corre nas veias de sua irmã mais nova, Maria Bethânia.

Frases de Caetano Veloso

Foto: Reprodução

Seu contato com a música veio cedo, sempre ouvindo os mais variados artistas nas rádios, porém, sua principal lembrança é de quando ouviu “Chega de Saudade” (na voz de Marisa Gata Mansa) pela primeira vez e a partir daí, teve conhecimento do disco homônimo de 1959 de João Gilberto. Já introduzido no cenário artístico, onde participou do elenco de espetáculos, decidiu pela carreira musical na década de 60, contando com a ajuda de sua irmã e de Gal Costa, já bastante conhecidas na época. Só em 1965 lançou o seu primeiro compacto, em seguida participou de um musical e por fim, teve músicas inclusas na trilha de um curta-metragem. Aos poucos, Caetano foi conseguindo seu reconhecimento dentro do cenário musical.

Em 1967, em parceria com Gal Costa, lançou um EP que apesar de não ter sido um estrondoso sucesso, agradou os grandes artistas da época, como Elis Regina e Edu Lobo. Mas foi somente no Festival de Música Popular Brasileira, em 1968, que Caetano obteve o seu sucesso definitivo: pois “nascia” ali o movimento tropicalista brasileiro, do qual é considerado um dos maiores representantes – juntamente com Gilberto Gil, Gal Costa, Tom Zé, Os Mutantes, Nara Leão e outros grandes nomes da cena musical brasileira.

Até hoje, Caetano é um músico de grande sucesso, extremamente popular não só no solo brasileiro. É um dos artistas mais respeitados e aclamados no país.

O lado polêmico de Caetano

Caetano sempre teve uma posição política contestadora, chegando a ser confundido como um militante de esquerda diversas vezes. Isso lhe rendeu inimizade com o regime militar do Brasil em 1964 (que durou até 1985), tendo suas canções censuradas pelo governo diversas vezes. O ápice desse conflito veio quando Caetano e Gilberto Gil partiram com suas esposas para um exílio em julho de 1969, na Inglaterra. Veloso só retornaria definitivamente ao Brasil em 1972, e a partir deste ano, sua carreira seguiu consideravelmente tranquila, mas com uma polêmica aqui e ali, como de costume.

Frases e trechos de músicas de Caetano Veloso

  • “É engraçado a força que as coisas parecem ter, quando elas precisam acontecer “
  • “Vivemos com medo e isso nos leva a apoiar os líderes mais inaceitáveis.”
  • “De perto ninguém é normal.”
  • “Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.”
  • “Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome.”
  • “O tempo não para e no entanto ele nunca envelhece.”
  • “Teu corpo combina com meu jeito, nós dois fomos feitos muito pra nós dois.”
  • “Meu coração não se cansa de ter esperança de um dia ser tudo o que quer.”
  • “Meu coração vagabundo quer guardar o mundo em mim.”
  • “Qualquer maneira de amor vale a pena. Qualquer maneira de amor vale amar…”
  • “Pra que rimar amor e dor?”
  • “De hoje em diante eu vou modificar o meu modo de vida… e pra começar eu só vou gostar de quem gosta de mim!”
  • “Eu não espero pelo dia em que todos os homens concordem. Apenas sei de diversas harmonias bonitas possíveis sem juízo final.”
  • “A língua é minha pátria e eu não tenho pátria: tenho mátria. E quero frátria…”
  • “Meu negócio agora é sexo e amizade. Acho esse negócio de amor uma coisa muito chata.”