Fotos: Antes e depois de cirurgia de lipoaspiração


Mais procurada entre as cirurgias plásticas, a lipoaspiração tem objetivos estéticos e sua função é remover as gordurinhas localizadas em determinadas partes do corpo que não puderam sair com a dieta e os exercícios. A lipoaspiração não serve para perder peso, é contra indicada para pessoas obesas ou que têm essa finalidade. Ela serve unicamente para por um fim na gordura localizada.

Na maioria dos casos a gordura é removida por um tubo e um aparelho de sucção, que se assemelham a um aspirador de pó. As áreas do corpo que são operadas geralmente são o abdômen, as nádegas, as coxas, o pescoço, os flancos, a porção posterior dos braços, região do peitoral nos homens, etc.

Uma vantagem é que ela elimina de vez as bolsas de gorduras, então se depois da operação você ganhar peso, ele será dividido uniformemente entre todo o seu corpo, não ficará localizado como costumava ficar antes. E quando você perder peso estará novamente com a mesma aparência pós-cirúrgica.

Quantidade de gordura que pode ser aspirada

Existe uma quantidade máxima de gordura que pode ser aspirada em cada região do corpo, e ultrapassar esse limite pode trazer sérios problemas posteriores. Uma regra médica estabelece que apenas 7% da gordura corporal total pode ser eliminada na cirurgia, porém, a maioria os médicos prefere não se aproximar muito dessa porcentagem.

Não adianta você querer tirar o máximo possível. Apenas o cirurgião plástico poderá examinar seu corpo e dizer qual a quantidade de gordura que pode ser tirada de cada parte com segurança e nenhum risco.

E a lipoescultura?

É nada menos que uma lipoaspiração em alta definição. Ela é capaz de retirar menos gordura que a lipoaspiração, entretanto, na escultura o cirurgião vai se concentrar mais nos detalhes, o que exige bastante tempo e habilidade.
Acontece que a lipoaspiração só consegue remover as gorduras das camadas mais espessas e profundas, enquanto a lipoescultura é utilizada para fazer a limpeza das camadas mais finas e superficiais, onde a gordura é mais sólida e de difícil remoção.

Com a lipoescultura também é possível tirar aquele excesso de gordura de um local do corpo e enxertá-lo em outro que esteja mais carente, por exemplo, você pode deslocar a gordura da sua barriga para o bumbum, deixando-o maior, enquanto a barriga ficará retinha e pequena.

Riscos da lipoaspiração

  • Infecções
  • Coagulações sanguíneas
  • Reações à anestesia
  • Assimetria
  • Surgimento de fibrose

Quando feita por um profissional experiente, a lipoaspiração quase não oferece riscos. Mas por ser a mais comum e procurada das cirurgias, é muito fácil encontrar qualquer médico querendo fazê-la e por um preço bem mais acessível que os demais. Cuidado com isso, geralmente esses médicos não têm muita prática nem um local adequado para realizar a cirurgia e pode acabar resultando em complicações pós-cirúrgicas como infecções ou assimetria.

Fibrose são pequenos nódulos de tecido conjuntivo acumulados que dão uma aparência feia à pele. Mas para evitar a fibrose é só usar cinta modeladora com frequência no primeiro mês da operação, e fazer pelo menos 10 sessões de drenagens linfáticas.

Fotos de antes e depois da lipoaspiração

Diminuição de celulites e estrias

A lipoaspiração também pode ser utilizada para a diminuição de celulites e estrias

 

Antes e depois da cirurgia

Diminuiu consideravelmente o número de estrias e celulites da pele

 

Lipoaspiração realizada nos quadris

Lipoaspiração realizada nos quadris para a diminuição dos ‘culotes’

 

Corpo mais acinturado

Pode deixar o corpo mais acinturado

 

Acaba com as gorduras localizadas da barriga

Acaba com as gorduras localizadas da barriga

 

Lipoaspiração - Antes e depois

Diminui bastante o tamanho do abdômen

 

Resultado da cirurgia plástica

É ótima para se livrar sãs terríveis pneuzinhos

 

Antes e depois - Barriga

Põe um fim na famosa barriguinha quebrada

 

Depois de uma gravidez

Ótima para quem não consegue voltar à forma depois de uma gravidez