Fotos de tatuagens Astecas


O universo da arte no corpo tem os mais diversos tópicos na hora de tatuar. A cultura de civilizações antigas, que já não existem hoje em dia, pode servir de inspiração na hora de desenhar o corpo. Os astecas, por exemplo, aparecem de vez em quando em braços, pernas, peitoral e costas por corpos alheios.

Considerados povos guerreiros, os astecas eram politeístas (crença em vários deuses) e possuíam uma sociedade formada e hierarquizada por um imperador, que era símbolo de poder e força entre seu povo. Nas tattoos podem significar o desejo do seu usuário de mostrar força, crença politeísta ou mesmo por achar os desenhos bonitos, não há pessoa certa para usar. Algumas tatuagens podem ter um traço mais tribal e também pode haver um desenho com traços de cartoon, geralmente retratando os guerreiros.

Deuses “invocados” nas tatuagens

De religião politeísta, o povo asteca cultuava deuses da natureza, que lembravam bravura e poder. Eram comandantes do Sol, Lua, Chuva e Trovão, e seus fiéis gostavam de fazer sacrifícios em prol de acalmá-los e os deixar mais felizes. Uma boa escolha para tatuar são os deuses:

  • Quetzalcóatl: Representava a vida, os alimentos, a vegetação, a força espiritual que existia nos indivíduos e o planeta Vênus. Tinha forma de “pássaro cobra e era o principal deus da religião;
  • Huitzilopochtli: Era o deus da guerra e do Estado Asteca;
  • Xiuhtecuhtli: Deus do fogo e do calor;
  • Xipe Totec: Deus da fertilidade;
  • Ometeotl: Considerado o deus da criação;
  • – Xochipilli: Foi o deus do amor, das danças e das flores;
  • Ilmatecuhtli: Criadora das estrelas e considerada a deusa da beleza;
  • Tezcatlipoca: Deus criador do mundo. Era o deus das estrelas e da lua. Também era o senhor da morte e muito temido pelos astecas.

Fotos de belas tattoos

Desenhos Astecas

Tattoos Astecas

Tatuagens Astecas