Filmes americanos são um Mau Exemplo


 

Ataque da Serra Eletrica

Há pouco um estudante louco (Cho Seung) matou 33 pessoas numa universidade americana; este universitário inspirou-se no filme ‘Old Boy‘, no qual um rapaz sai matando todo mundo por vingança – tá certo que ‘Old Boy’ nem é americano, mas pelo menos serviu de exemplo.

Voltando a falar sério, há muita gente nesse mundo que para tudo o que é dito na TV diz amém. Os que compram CDs dos RBD, os que compram uma bolsa/sapato/(ou)qualquer acessório que um ator/atriz de Malhação usa, os que votaram a favor do desarmamento porque a Regina Casé disse na Globo que era a favor, os que se lascam no chão para imitar os loucos do ‘JackAss‘….

Dentre os transmissores de opiniões, os mais perigosos são os filmes, sim os filmes. Eles são os maiores responsáveis por muitos adolescentes infelizes-sem rumo-sem personalide fazerem loucuras, como Cho fez.

Assistindo o filme ‘Massacre da Serra Elétrica. O Início‘, onde um garoto, rejeitado por todos por causa de sua aparência torna-se um assassino comedor de pessoas (não, ele não era um micareteiro, ele sim era um canibal desgraçado!).

No decorrer deste filme Thomas, o protagonista, o qual não possui sua face por completo, é manipulado por um tio que como injeção de ódio utiliza-se dos maus momentos que Thomas teve em sua escola. A todo o momento o seu tio diz: “Mate esta pessoa, ela é como um daqueles que zombavam de você”, e Thomas tome-le serra.

Agora, imagine um muleke carregado de ódio porque sofre bullying na escola. O que o filme sujere que ele faça?

1. Que na segunda (já que é domingo) ele leve presentes natalinos para seus companheiros;

2. Que ele perdoe seus colegas para ficar de bem com Papai do Céu;

3. Que ele leve uma machadinha bem afiada para decapitar todos os membros dos mal-feitores, que como único objetivo na vida tem o de atanazar ele, pobre coitado.

Se você está pensando: “Pô! Lógico que é a segunda. Quem ficaria de mal com Papai do Céu?”, eu digo-lhes: Na-na-nim-na-não! Com certeza o garoto escolherá levar a machadinha afiada para com ela fazer justiça.

Qual o intuito deste texto?

Não é agredir o meio cinematográfico, pois eu adoro filmes de terror; não é fazer com que você, caro leitor, comece a sentir pena dos nerdizinhos e parar de zuá-los; é sim, para alardear aos bagunceiros que sentam no fundão de que um dia os zuados vão assistir um filme destes, e, quando isto acontecer, o bicho vai pegar.

(Atualizado dia 22 de dezembro de 2011)