Feng Shui pode ajudar na escolha das cores de sua casa


Ying Yang

O Feng Shui (cuja pronúncia correta é “fon suei”, de acordo com o original) é uma técnica chinesa (pode-se dizer técnica, já que aqui, no ocidente é usada como tal) que representa o vento e a água, ou, na verdade forças opostas, como yin e yang e é usada para buscar o equilíbrio entre as energias positiva e negativa em um local, seja a moradia, seja o local de trabalho. E para isso, organiza detalhes nesses ambientes, que vão, desde a cor externa e o jardim, até a posição de objetos no interior. Tudo isso para harmonizar, tornar a energia do local mais fluida e melhorar assim, as sensações das pessoas que ali convivem.

Pois, de acordo com a aplicação do Feng Shui, as cores que escolhemos para pintar as paredes de nossa residência tem muita influência nas sensações que teremos ao permanecer no local.

As cores são usadas há muito na cromoterapia, tratando certas necessidades energéticas do indivíduo. Os significados das cores são simbólicos, e seu efeito terapêutico se baseia nas sensações causadas.

Quando pintamos a casa, estamos fazendo uma renovação de energias, já que as paredes, como “guardiãs” da casa, são marcadas pelas experiências ocorridas no local, toda a energia, seja boa ou má, acumula-se naquele ambiente. Assim, renovam-se as cores e a energia se modifica de acordo com a cor escolhida!

Interessante ao escolher a cor do ambiente, é consultar o Baguá, que é uma peça importante no Feng Shui, já que relaciona cada canto do local a uma área específica da vida, como, por exemplo: trabalho, amigos, relacionamentos, etc. (veja a imagem e copie se achar interessante!) O Baguá, normalmente, é vendido em lojas de produtos místicos, principalmente orientais e pode ficar pendurado defronte a porta de entrada da casa, principalmente os que são produzidos com espelho ao fundo. Ele é usado da seguinte forma: o canto do trabalho é sempre a porta de entrada, seja da casa ou de um cômodo e, a partir dele, cada espaço corresponde à um guá, ou uma área específica,  e nela devem ser colocados os objetos de acordo com a energia necessária a esta área.

Feng Shui

Por isso, no caso das cores, pode-se escolher a cor ideal de acordo com o ambiente e a intenção para esse local, por exemplo, para um cômodo que represente trabalho, escolha uma cor que tenha a ver com a atuação nesse local, relacionada à inspiração ou prosperidade,etc.

Veja o que representam algumas cores para inspirar você em sua escolha

AMARELO:  representa o poder e a riqueza, remetendo à cor do ouro. Essa cor está relacionada às experiências vividas e à sabedoria adquirida; também é a cor que representa a tolerância, a comunicação e a concentração. Representa também o elemento terra, portanto, a estabilidade. Como acelera a energia, costuma transmitir a sensação de vivacidade, por isso, é boa escolha para estimular a espontaneidade e alegria!

O guá beneficiado com a cor seria o do centro: saúde física e mental. Também é boa escolha para escritórios, salas de estudo, onde se precise obter máxima concentração para os estudos ou trabalho.

VERDE: é a cor da família, em qualquer tom, representa o elemento madeira – expande-se e movimenta suas sementes, fazendo com que floresçam novos projetos, conquistem-se  objetivos, realizem-se  sonhos, nasçam inspirações e iniciem-se etapas.

O verde claro é especial para quartos, principalmente de crianças. Também é uma boa escolha para marcar o início de um novo ciclo, como num novo lar.

AZUL: a cor transmite harmonia, tranquilidade e paz, por isso, uma boa escolha para salas, bibliotecas, salas de estudo, quartos e locais de meditação. Usada no Feng Shui nos guás da sabedoria, prosperidade e trabalho nos tons de azul mais escuros, que simbolizam as profundezas do mar, o poder da intuição e do inconsciente e a sabedoria.

Já o azul claro, simboliza a espiritualidade angelical e a paz; o azul esverdeado é ligado à natureza e ao elemento madeira, muito positivo, portanto e representa a juventude e o desenvolvimento.

ROXO: essa cor remete à profundeza das meditações, ao silêncio das preces, é conectada à compaixão e às boas ações. Como é a mistura de vermelho com azul, sugere equilíbrio entre amor e sabedoria, paixão e razão, mente e espírito. É a cor de pessoas de sorte e dos grandes ideais, inspira autoridade, dignidade e respeito. É excelente para o guá da prosperidade ou da espiritualidade.

ROSA: é a cor que representa as intenções puras, sendo  a mistura do vermelho e do branco, remete à união da terra e do céu, do espiritual e do material, também possui uma forma suave de energia masculina (yang), que expressa jovialidade e alegria.

Esta é a cor da felicidade e do romance, é boa para dormitórios, halls de entrada e salas de estudo, especial para o guá do relacionamento.

PRETO:  esta cor representa a profundidade intelectual, a sabedoria, o despertar das ideias e a forte conexão espiritual. É a cor do elemento água.

Deve-se ter um pouco de cuidado ao usar a cor, que, apesar de muito sofisticada e elegante, quando usada em demasia  pode tornar as pessoas sombrias, pessimistas ou deprimidas. O ideal é combinar o preto à cores neutras ou ao branco em móveis ou nos detalhes e também para destacar cores fortes, seja como for, indica sensação de profundidade. Pode ser usado em salas de estudos, bibliotecas, estúdios artísticos e, especialmente no guá do trabalho.

VERMELHO: esta é a cor que traz vitalidade, eleva a autoestima de pessoas e ambientes, desde tons mais vibrantes aos escuros ou queimados. Essa cor poderosa remete à força, paixão, vigor, ação, energia e calor e também sugere a proteção divina e psíquica, já que representa poder, fogo e luz.

A cor vermelha é a cor do elemento fogo, por isso, é propícia ao guá do sucesso e da fama, já em outros ambientes, deve ser usada apenas em detalhes, principalmente nos quartos, já que, sendo uma cor tão energética, pode causar insônia e irritabilidade.

Conhecendo o Baguá da casa, deve-se aplicar a cor nos locais certos, em dúvida, apenas em detalhes.

CINZA: os opostos preto e branco se misturam e se equilibram nessa cor, que representa isso mesmo: equilíbrio e solução de conflitos. É ideal para o guá dos amigos.

O cinza parece triste, simples ou sóbrio demais, mas pode ser também uma cor chique, moderna, marcante e harmoniosa.

Em ambientes internos, podem variar os tons desde o gelo ao grafite, desde que mesclados a objetos coloridos ou que o destaquem.

BRANCO: essa é a cor da pureza, da limpeza, da purificação, da espiritualidade e da paz, representa o elemento metal e também o ar, pode ser usado acertadamente no guá da criatividade, também é excelente para cozinhas, banheiros, área de serviço e lavabos. Só é necessário ter certo cuidado, já que a predominância dessa cor pode acelerar o chi (energia vital) e causar ansiedade.

É ótimo para ser aplicado em portas, janelas e molduras, aumentar a amplitude de espaços pequenos e destacar objetos coloridos como quadros.