De novo, De novo… Teletubbies, Xuxa, Barney, Hi-5…


Eu nunca entendi o porquê do ThinkWink, Thinpsim, Lala e Poo repetirem tantas vezes as mesmas ações durante a transmissão do programa infantil Teletubbies.

Eu pensava que eles tinham algum tipo de pacto com o demo ou coisa parecida, e por isto tinham como missão infernizar as nossas vidas.

Mas não só os vi@dinhos do Dão-o-Tubo fazem isto, outros programas infantis também repetem dezenas, quiçá centenas de vezes as mesmas coisas durante um intervalo de mais ou menos, … algumas frações de hora.

Programas como Barney o dinossauro, que dizia: “Vamos fazer uma pipa verde, Vamos fazer uma pipa verde, Vamos fazer uma pipa verde […]” ; Hi-5, a nova febre mundial dos programas infantis; Dudley o Dragão, que vivia na floresta fazendo mais que dez vezes a mesma coisa…

Ontem foi que eu descobri o porquê disto, que é o fato desses programinhas estarem utilizando técnicas de influencia psicologia e sensoriais nos nossos pirralinhos.

Não sei se você já percebeu, mas nunca houve em toda a historia da tevê um protagonista de programa infantil que fosse das cores preto e branco – não, não precisa considerar os programas da década de 1960 pra trás, e nem as zebras-. Isto porque as cores vivas dos animaizinhos como o Barney, que era rosa-choque ajuda no desenvolvimento sensorial das crianças, neste caso, da visão (por isto que cores afeminadas não deveriam ser utilizadas por ícones infantis, imagina o tanto de gay que a Xuxa “criou”).

Falando agora sobre a repetição diabólica de frases, a explicação é que os infanto-juvenis demoram mais do que nós para entender as mensagens passadas, e que, com isto (a repetição) elas ganham mais confiança e acabam aprendendo.

Ainda bem que não somos mais crianças (eu acho) imagina só: “O Avião da TAM caiu, O Avião da TAM caiu, O Avião da TAM caiu, O Avião da TAM caiu, O Avião da TAM caiu, O Avião da TAM caiu, O Avião da TAM caiu, O Avião da TAM caiu…”, no Jornal Nacional da Globo.

Aí é que os parentes dos tripulantes do vôo 3054 que não conseguiu aterrissar no aeroporto de Congonhas, iriam chorar mesmo.