Cuidados pós-parto: alimentação, perda de peso, dores, relações sexuais…


O período que sucede o parto é chamado de Puerpério, mais conhecido como resguardo ou pós-parto. É um período que dura cerca de 8 semanas, terminando apenas quando a menstruação volta. É a fase da vida da mulher onde ocorrem mais mudanças físicas e psicológicas. É nessa fase onde começa a lactação. Os órgãos, principalmente os genitais, começam a se recuperar das modificações que a gravidez e o parto causaram.

Selecionamos alguns tópicos que vão tirar suas dúvidas em relação ao período pós-parto.

PESO

Logo após o parto, a mulher perde cerca de 5 quilos do seu peso, isso por conta da saída no bebê, da placenta, do sangue e do líquido amniótico. Além disso, serão perdidos ainda em torno de 2 quilos nos próximos dez dias do Puerpério, por conta da eliminação do líquido retido na gravidez.

ALIMENTAÇÃO

Mesmo se foi aplicada anestesia local, pode-se ingerir alimentos logo após o parto normal. Já se foi usada a analgesia, mais conhecida como “raqui”, é preciso esperar algumas horas até terminar o seu efeito. Inicialmente devem-se ingerir alimentos leves, de fácil digestão, como líquidos. Caso haja enjoos e vômitos, não se deve comer nada sem a prescrição do médico. Nos dias seguintes, é aconselhável uma dieta equilibrada em vitaminas e nutrientes, com um consumo diário de em média 2.500 calorias, o suficiente para a reestruturação do peso e contorno normal do corpo e para fornecer mais nutrientes ao bebê durante a amamentação. Deve-se consumir bastante proteínas, como carnes, ovos, leite, feijão, soja, entre outros. Além das proteínas, são indispensáveis os sais minerais, fibras e a ingestão de líquidos em abundância, principalmente leite e água. Evitar ao máximo bebidas alcoólicas.

DORES

Mãe e filho

Mesmo depois do parto, o útero continua a se contrair, a fim de evitar sangramento em excesso. Geralmente tais contrações não causam dor, entretanto algumas mulheres as sentem na forma de uma cólica, muitas vezes intensa, ocorrendo principalmente durante a amamentação. Tanto essas dores, como as da cesariana, podem ser controladas com o uso de analgésicos prescritos pelo seu médico.

RELAÇÃO SEXUAL

Podem-se começar as atividades sexuais logo após a total cicatrização das áreas traumatizadas pelo parto. Entretanto, nas primeiras relações, a penetração deve ser cuidadosa, já que o tecido que reveste a vagina internamente se encontra mais fino e com pouca lubrificação.

ATIVIDADES FÍSICAS

Após o parto, devem-se realizar exercícios de flexão e extensão das pernas, coxas e pés. É importante também a realização de massagens em tais regiões, com o objetivo de ativar a circulação dos locais. Antes de se levantar da cama pela primeira vez após o parto, a mulher tem que tomar muito cuidado. É aconselhável elevar a cabeceira da cama o máximo possível e permanecer na posição por uns minutos antes de levantar-se. Quando for se levantar, sempre tenha uma pessoa te auxiliando, assim evitam-se acidentes.

COLSULTA MÉDICA

Logo após algumas semanas após o parto, é aconselhável realizar uma consulta, a fim de que o médico verifique se as modificações no corpo da mulher estão ocorrendo de maneira correta e no tempo certo, além de também avaliar a amamentação e tirar as dúvidas em outros assuntos.

Fontes de Informações

ABC da Saúde

Guiadobebe.uol.com.br

www.dicasecia.com