Como tratar queimaduras superficiais em casa


QueimadurasÉ quase improvável ser imune às queimaduras, pois estas acontecem de diversas formas e a maioria delas acontece por falta de cuidado pessoal. As queimaduras superficiais são problemas que podem ser classificados de acordo com a profundidade da pele lesada e é muito importante ser classificada por que dependendo do grau em que está é que se tem o prognóstico. Quanto mais superficiais e leves, mais fácil vai ser o processo de cura. As queimaduras podem ser térmicas (calor), químicas e elétricas. O descuidado com produtos químicos e principalmente com objetos em alta temperatura são as mais decorrentes causas de lesões na pele.

Os graus das queimaduras

Primeiro grau

É o tipo de queimadura mais superficial. Deixa a pele avermelhada, inchada e bastante dolorida. Até a exposição prolongada ao Sol pode causar esse tipo de lesão. Elas podem ser tratadas com a utilização de pomadas. O melhor tratamento imediato é colocar a pele lesada num jato fraco de água levemente morna por algum tempo.

Segundo grau

Esse tipo de queimadura possui uma profundidade intermediária que se caracteriza com o aparecimento da bolha (também chamada de flictena, é uma manifestação externa de um deslocamento dermo-epidérmico). Dói bastante e deve ser tratada com pomadas ou outro remédio prescrito por um dermatologista.

Terceiro grau

É quando há necrose (morte do tecido). Profunda e muito grave, é o tipo de queimadura esbranquiçada que atinge os músculos e ossos. Não há dor, pois as terminações nervosas responsáveis pela sensibilidade à dor foram mortas. Nas áreas próximas a essa queimadura mais grave haverá as de segundo e primeiro grau também.

Quarto grau

Não é muito citada por ser o tipo de queimadura que leva à perda total do corpo. É a chamada carbonização.

Dicas para tratar as queimaduras em casa

  • Clara de ovo levemente batida: como a clara é uma placenta, ou seja, muito nutritiva e contém colágeno, ela age imediatamente na regeneração da área queimada.
  • Limpar a queimadura com água corrente ou soro fisiológico.
  • Sulfadiazina de prata a 1,00%: é um creme encontrado em farmácias que pode ser usado topicamente em outras lesões, não somente em casos de queimaduras. As pessoas que são alérgicas à sulfa não devem fazer uso desse medicamento. É melhor deixar a lesão exposta sem ataduras ou outros envoltórios, se possível.
  • Clorocresol: fazer um curativo que não adira ao ferimento. Trocá-lo a cada dois dias.
  • Analgésicos são permitidos para alívio de dores muito fortes.

Para as queimaduras de sol

Existe uma simples receita caseira que ajuda a aliviar os sintomas desse tipo de queimadura superficial. Basta ferver duas xícaras de água, colocar dois saquinhos de chá preto e deixar em infusão até amornar. Adicionar mais uma xícara de água e uma colher de sopa de sal, misturando bem. Aplicar compressas de gaze sobre a área lesionada de 15 a 25 minutos, até a dor aliviar. Depois é só limpar o local em soro fisiológico ou sabonete antisséptico.