Câncer no pênis: o que é, causas, sintomas e tratamentos


Imagem

O que é

Uma neoplasia rara, que está relacionada à falta de higiene e ao comportamento sexual de risco. Normalmente atinge homens acima dos cinquenta anos de idade.

Causas

Como já foi dito, as causas tem a ver com a falta de higiene e a uma vida sexual desregrada. Também há alguns estudos tratando da ligação desse câncer com homens com fimose (dificuldade para expor a glande, o que possibilita a proliferação de bactérias no local devido à má higiene), homens que foram circuncidados também foram acompanhados e a incidência desse câncer nesses casos é menor e, nos casos em que os pacientes com câncer de pênis eram circuncidados, a possibilidade aceita é a de que a cicatriz da circuncisão possa ser uma passagem para o vírus HPV (Papiloma Vírus Humano).

Há ainda o fator genético, em que o homem tem a predisposição para desenvolver esse câncer.

Sintomas

O sintoma desse câncer é uma ferida na cabeça do pênis (glande), não dolorosa e que demora a cicatrizar. Esta ferida difere das feridas de DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) por ser mais exuberante e por não ser dolorida.

Tratamento

O tipo de tratamento utilizado para combater esse câncer vai ser definido de acordo com o estágio em que se encontra. Em casos iniciais, usam-se medicamentos no local, também se podem utilizar radioterapia e cirurgias, podendo ser retiradas partes do órgão ou até mesmo a amputação total. A quimioterapia é uma opção apenas em casos em que há metástases.

Quanto à fertilidade, os tratamentos não costumam afetá-la, desde que não seja o caso de amputações, que podem causar a impotência do paciente. Quanto mais cedo o paciente começar o tratamento, menos agressivos serão os tratamentos e maior chance de sobreviver ao câncer ele terá.

Fonte de informações

boasaude.uol.com.br

abcdasaude.com.br