Câncer de Pulmão: o que é, causas, sintomas e tratamentos


Câncer de Pulmão

O que é?

É o tipo mais comum de câncer, com altas taxas de mortalidade.

Existem dois tipos desse câncer, de acordo com a aparência das células ao microscópio:

Não pequenas células e

Pequenas células.

Os cânceres de pequenas células costumam espalhar-se rapidamente pelos pulmões e por outros órgãos e representam 20% dos casos desse câncer. Os outros 80% dos casos, são de câncer de não pequenas células, que se espalham lentamente para outros órgãos, sendo difícil um diagnóstico precoce.

Sintomas

Entre os muitos sintomas que podem aparecer, estão:

Tosse persistente, diferente da tosse comum aos fumantes;

Rouquidão;

Dor no tórax de forma persistente ou de forma aguda quando o paciente respira profundamente;

Respiração encurtada;

Pneumonias repetidas;

Sibilância;

Escarro com sangue.

Também em alguns casos, a pessoa pode sentir mal-estar e/ou cansaço,e isto pode sinalizar que o câncer atingiu gânglios no tórax ou até mesmo outros órgãos como cérebro, fígado, glândulas adrenais ou ossos.

Causas

O maior causador desse tipo de tumor é o tabagismo (responsável por 90% dos casos). Sendo os homens os mais atingidos, apesar de o número de casos em mulheres estarem aumentando.

Também químicos como Arsênio, Asbesto, Berílio, Radônio, Níquel, Cromo, Cádmio e cloreto de vinila são causadores desse câncer.

Fatores genéticos, enfisema pulmonar crônico,bronquite crônica,história familiar de câncer de pulmão e também uma dieta com consumo insuficiente de frutas e verduras também são fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de pulmão.

Tratamentos

O médico indicará o tipo de tratamento adequado ao tipo celular do tumor, ao estágio em que se encontrar  e também conforme o estado clínico do paciente. Podendo optar por radioterapia, cirurgia e quimioterapia. Em alguns casos, há a combinação entre a radioterapia e a cirurgia ou apenas a radioterapia e a quimioterapia em vez de realizar a cirurgia. A quimioterapia é usada também para reduzir o tamanho do tumor antes de ser feita a cirurgia, para facilitá-la ou para destruir as células cancerosas no local.

Também a técnica da terapia fotodinâmica pode ser utilizada, quando são injetados medicamentos que depois são ativados através de laser.

Prevenção

Apesar de pessoas que nunca fumaram poderem desenvolver esse tipo de câncer, por motivos genéticos ou por exposição a produtos químicos, esta é uma situação rara. O mais importante fator de risco ainda é o consumo de tabaco, que deve ser evitado.

Fontes de informações

abcdasaude.com.br

inca.gov.br