Brucelosa: o que é, causas, sintomas, prevenção e tratamento


Leite e seus derivadosA brucelose, conhecida também como febre de Malta ou como febre ondulante, é uma doença infecciosa crônica. Tem esse nome por conta de seu agente causador, as bactérias do gênero Brucella.

Esse gênero de bactérias, na maioria das vezes é transmitido entre animais como cachorro, carneiro, gado, entre outros. O contato do ser humano com animais infectados ou com produtos derivados de um deles, pode levá-lo a adquirir brucelose. A forma humana mais grave dessa doença é provocada bela bactéria Brucella mellitensis, sendo essa, predominante no Mediterrâneo.

Fazenda

A doença pode ser adquirida, através do consumo de alimentos derivados de um animal infectado, um exemplo é o leite não pasteurizado e também o queijo, principalmente quando está fresco. Além disso, pode ser transmitida pelo contato com o animal através de feridas na pele, sangue, além de ser também transmitida pelo ar. Quando se ingere um alimento infectado com a Brucella, essa bactéria começa a se multiplicar na mucosa intestinal, local onde ocorre a disseminação da mesma. A brucelose não é transmitida de pessoa para pessoa.

Os sintomas da doença são variados, pode ocorrer dor de cabeça, febre, suores noturnos, dores articulares, calafrios, anorexia, entre outros. Em casos mais graves, onde a doença já evoluiu significativamente, podem ser comprometidos os rins, fígado e coração. Apesar de não ser fatal, a brucelose pode prejudicar bastante a saúde do infectado, podendo durar de meses a anos.

A prevenção se dá por fatores como a pasteurização do leite. Em fazendas é aconselhável um controle da sanidade dos animais, além de controles sanitários em indústrias de laticínios.

Fonte de informações

ABC da Saúde

Intervet.com.br