Biografia e frases de Confúcio (pensador chinês)


Confúcio

A filosofia chinesa tem como referência Confúcio, pensador e questionador conhecido até hoje por suas citações éticas, moralistas e sobre prudência. Seus valores foram forjados em meio às batalhas governamentais de sua época, onde lutou por justiça e respeito.

Nasceu antes de Cristo em Tsou, uma pequena cidade do estado de Lu (atual Shantung), estado denominado como a terra santa para o povo chinês. De família humilde, embora ascendência real, o pai era um guerreiro de terceira idade que se casou com uma adolescente de quinze anos, com quem teve vários filhos, sendo Confúcio o mais jovem. Com a morte do pai, o garoto teve que trabalhar ainda na adolescência para sustentar a sua família, onde em meio às várias profissões agrícolas que ele exerceu, houve o estalo para voltar seu foco a busca de conhecimento. Viajou pelo reino propagando a idéia de um governo menos rígido, onde implantou a idéia de um novo sistema que diminuísse os tributos a serem pagos e suavizar as penalidades atribuídas ao povo. O herói chinês tentou carreira na política, a fim de segregar suas idéias, mas não obteve sucesso, embora tenha ganhado vários adeptos e discípulos. Casou-se e separou-se cedo, porém ainda teve filhos de seu rápido laço matrimonial, um filho chamado K’ung Li.

Suas idéias buscavam além de uma nova organização de sociedade, visava resgatar antigos valores perdidos, propondo mais harmonia entre os praticantes de sua doutrina. Ressaltava que o homem deveria valorizar principalmente o altruísmo, cortesia, sabedoria, integridade, fidelidade e honra, princípios perdidos pela sociedade segundo ele. O sábio questionava que tais virtudes seriam inseridas na educação, ou seja, ensinadas já na infância, o que fez com que Confúcio escrevesse alguns livros com a ajuda de seus discípulos.
Morreu aos 72 anos no local onde nasceu, por motivos naturais da idade.

Embora os textos que circulam tenham seu nome, as palavras em si não foram do sábio chinês, mas sim as suas idéias que foram sendo acumuladas durante um período de reforma governamental e guerra entre reinos por território, o Período das Primaveras e Outonos.

Obras

O primeiro registro do confucionismo é formato por 20 livros, onde seus ensinamentos não seguem uma ordem cronológica ou sequencial, mas se completam em consciência e responsabilidade.

Saindo dessa saga, temos ainda dois livros que tiveram maior contribuição de seus discípulos: Grande Ensinamento e Doutrino do Meio.

Frases e pensamentos

As frases extraídas de suas obras publicadas são inspiradoras e famosas por ditar comportamentos mais recíprocos ao homem. São famosas em ocasiões de reflexão e meditação. Algumas delas:

  • “Ainda não vi ninguém que ame a virtude tanto quanto ama a beleza do corpo.”
  • “Aja antes de falar e, portanto, fale de acordo com os seus atos.”
  • “Coloque a lealdade e a confiança acima de qualquer coisa; não te alies aos moralmente inferiores; não receies corrigir teus erros.”
  • “Não são as ervas más que afogam a boa semente, e sim a negligência do lavrador.”
  • “Quando vires um homem bom, tenta imitá-lo; quando vires um homem mau, examina-te a ti mesmo.”
  • “Se queres prever o futuro, estuda o passado.”
  • “Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha.”
  • “A preguiça anda tão devagar, que a pobreza facilmente a alcança.”
  • “Quem de manhã compreendeu os ensinamentos da sabedoria, à noite pode morrer contente.”
  • “Não há coisa mais fria do que o conselho cuja aplicação seja impossível.”
  • “O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros.”
  • “Quem não sabe o que é a vida, como poderá saber o que é a morte?”