Benefícios e propriedades da lichia


Benefícios e propriedades da lichia

Foto: Reprodução

A lichia, no Brasil, é cultivada no interior de São Paulo e Minas Gerais, mas é originária da China. Essa frutinha é menor que uma ameixa, tem sabor doce e suculento – parecido com a uva Itália –, casca grossa e avermelhada. É mais bem cultivada entre os meses de outubro e janeiro. Essa fruta é rica em propriedades benéficas à saúde, além de ter um gostinho exótico que agrada muitas pessoas. A lichia pode ser consumida fresca ou adicionada em sobremesas, suflês, compotas, sucos e até na caipirinha.

Propriedades e benefícios

Essa frutinha é rica em água e pobre em calorias (100 gramas contêm 65 calorias). Vitaminas do complexo B e C estão presentes em sua composição, o que estimula o sistema imunológico, ajuda na cicatrização de feridas, evita o envelhecimento precoce etc. Os minerais ferro, fósforo, sódio, cálcio e, principalmente, potássio também fazem parte de sua composição. O potássio tem grande poder contra cãibras, por isso, as pessoas que fazem atividades físicas constantemente devem se alimentar dessa frutinha. Outra propriedade da lichia é a cianidina, o pigmento que tinge a casca de vermelho, mas também está presente na polpa, mesmo que em quantidades menores. Esse ingrediente tem grande eficácia na eliminação de gorduras, se equilibrada a uma prática de atividades físicas constantes na vida do indivíduo.

Prefira sempre consumir a fruta in natura e armazenar em locais frescos e escuros. A ação da luz e das altas temperaturas faz com que a lichia perca algumas propriedades, como os grandes benefícios da vitamina C, por exemplo.

Atenção: Pessoas com problemas renais não devem exagerar no consumo da lichia.

Combatendo doenças com a lichia

Embora ainda não tenham sido comprovadas cientificamente, a lichia possui propriedades capazes de ajudar no combate a certas enfermidades. Foram os chineses que descobriram esses benefícios, segundo a sua cultura milenar.

  • Tosse: Consumir a lichia in natura ajuda a aliviar os sintomas da tosse;
  • Dores: As sementes transformadas em pó servem como analgésico para diversos tipos de dores. Em destaque estão as dores causadas por lesões nervosas e orquites (inflamações nos testículos);
  • Problemas intestinais e diarreia: O pó também serve em casos de problemas no intestino. Já o chá das cascas da lichia é eficaz no combate à diarreia;
  • Erupções na pele: Esse caso pode ser combatido com o chá das cascas de lichia.