Asma: o que é? Causas, sintomas e tratamentos


PulmãoÉ uma doença inflamatória crônica, de causa alérgica e muitas vezes hereditária, que atinge as vias aéreas, tornando-as sempre um pouco inchadas, dificultando a oxigenação, podendo, se não tratadas, levar à morte.

O processo inflamatório da asma ocorre geralmente por um vírus, uma bactéria, ou por conta de alergênicos, como poeira, fumaça de cigarro, pelos de animais, mofo, entre outros. Quando alguns desses fatores chegam ao pulmão, o sistema imunológico alerta as plaquetas, que por sua vez tentam destruir o invasor, ocasionando o processo inflamatório e estreitamento dos brônquios. Em decorrência do estreitamento dos brônquios, os primeiros sintomas da asma começam a surgir, como chiado, que ocorre quando o ar tenta passar a força pelas vias aéreas que se tornaram estreitas demais. Ocorre também a falta de ar, sintoma mais abundante nos asmáticos, que dizem sentir dificuldade de inspirar, todavia, a dificuldade está em expirar, por conta que o ar fica preso nos alvéolos pulmonares, sem conseguir ser expelido por causa do estreitamento. Outros sintomas comuns são tosse e dor no peito.

Quando uma crise asmática dura mais de dois dias, os sintomas podem se agravar e pode ocorrer falência respiratória devido os alvéolos estarem cheios de gás carbônico e o oxigênio não conseguir chegar até os pulmões, que por sua vez compromete todos os órgãos do corpo.

Bobinha para asmaO tratamento para a asma é essencialmente a partir de broncodilatadores, que podem ser administrados em formas de bombinhas, injeções que aceleram o tratamento ou por comprimidos ou xaropes, que tem um efeito mais lento e de corticosteroides. Um dos pontos negativos dos broncodilatadores é o estreitamento dos vasos sanguíneos, o que pode acarretar no aumento da pressão e aceleramento dos batimentos cardíacos. Em conjunto com os broncodilatadores, são usados anti-inflamatórios e antibióticos, que também podem ser usados na prevenção da doença.

O asmático deve tomar alguns cuidados que facilitam o tratamento e o processo de cura, tais como: evitar poeira, cigarros, ambientes e objetos com mofo, lavar roupas de cama pelo menos uma vez na semana, não usar perfumes, talcos, produtos de limpeza com cheiros forte, desodorantes, nem roupas guardadas por muito tempo, que podem acumular ácaros.

Fontes de informações:

ABC da Saúde

AsmaSobControle.com.br